Ramos da contabilidade: como cada um ajuda o seu negócio a prosperar?

Ramos da contabilidade: como cada um ajuda o seu negócio a prosperar?

Que o contador é importante, todos sabem. Entretanto, nem todos os empreendedores aproveitam ao máximo os serviços que têm a disposição!

Segundo o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), há mais de 500 mil profissionais da área contábil em todo o Brasil, que atuam em quase 58 mil escritórios pelo país.

Os números impressionantes são justificados pela importância do contador nas pequenas e grandes empresas: todo negócio precisa de um profissional do ramo, principalmente por conta do complexo sistema de impostos brasileiro.

Entretanto, nem todos os empreendedores sabem que esta não é a única função do contador: a qualificação deste profissional permite que ele ajude sua empresa a alcançar melhores resultados de muitas outras formas. O segredo? Um olho treinado para administrar o patrimônio do negócio da melhor maneira possível!

Saia do lugar comum! Neste post, você aprende sobre alguns ramos da contabilidade e como cada um ajuda o seu negócio a decolar. Confira e aproveite ao máximo os serviços do seu contador!

Contabilidade tributária ou fiscal

ramos da contabilidade
O objetivo da contabilidade tributária é otimizar o cumprimento de suas obrigações com o leão.

Como é o ramo mais “clássico” da área, a contabilidade tributária – também conhecida como fiscal – é aquela que geralmente vem à mente das pessoas quando pensam em ciências contábeis. Trata-se do segmento que se ocupa da gestão das questões tributárias do seu negócio.

Isso não significa só pagar os impostos e fugir da malha fina: significa, também, conhecer os regimes tributários e seus enquadramentos, de modo a fazer um planejamento tributário meticuloso. Com estas práticas de elisão fiscal, você pode pagar menos imposto estando perfeitamente de acordo com a lei.

Quer ver como a contabilidade tributária é importante? Por mais que o Simples Nacional seja, de longe, o regime mais adotado por micro e pequenos negócios de todo o Brasil, há circunstâncias nas quais ele pode te fazer pagar mais imposto, especialmente depois de sua reforma. Além disso, você pode – sem saber! – ter direito a créditos tributários, por conta de substituições – algo corriqueiro na tributação de bares e restaurantes. Um profissional competente pode te orientar a respeito de tudo isso!

Assim, ao escolher um profissional ou escritório deste segmento para te atender, é importante selecionar com cautela. Se ele for incompetente ou agir de má-fé, seu negócio sai perdendo!

Contabilidade financeira

ramos da contabilidade
Uma contabilidade financeira bem feita te ajuda a fechar mais acordos de negócios.

Entre os especialistas, há quem considere a contabilidade financeira o segmento mais “puro” da área. Ela é o segmento que se ocupa da produção de informes sobre a saúde financeira do negócio, geralmente com direcionamento ao público externo. Por conta disso, faz parte da chamada contabilidade externa.

Você acha que ela parece algo que é importante apenas para grandes empresas? Pense de novo! Se você for pedir um empréstimo, por exemplo, a contabilidade financeira é o que comprova que o seu negócio tem liquidez suficiente para quitar a dívida. O mesmo vale para negociar pagamentos com fornecedores, por exemplo.

A comprovação de que o negócio vai muito bem, obrigada, é feita por meio da apresentação de dados como o balanço patrimonial e o demonstrativo do resultado do exercício. Por mais que estes dados, por si só, não digam nada, sua análise proporciona insights importantes sobre a situação financeira do negócio.

Esta característica faz com que ela tenha que obedecer uma série de regras, as normas internacionais de contabilidade (IFRS). O objetivo é garantir que os dados apresentados sejam válidos e verdadeiros.

Seu perfil faz com que ela seja frequentemente confundida com a contabilidade gerencial, que veremos a seguir.

-

Contabilidade gerencial

ramos da contabilidade
A contabilidade gerencial é o seu braço direito na elaboração do planejamento estratégico.

A contabilidade gerencial é muito semelhante à contabilidade financeira, o que gera bastante confusão. Também conhecida como contabilidade de gestão, seu diferencial é que os dados por ela gerados são voltados à tomada de decisão pelo público interno.

O princípio é o mesmo da contabilidade financeira: analisar os indicadores da saúde financeira e do patrimônio da empresa. Contudo, o objetivo do recolhimento das informações é diferente: a ideia é permitir que a direção possa entender o cenário onde a empresa se encontra, facilitando o estabelecimento de metas e a elaboração do planejamento estratégico. Por isso, também é conhecida como contabilidade de gestão.

Outra diferença é que a contabilidade financeira é voltada ao passado: ela se ocupa de dados que já existem. Já a contabilidade gerencial é elaborada com vistas ao futuro e às projeções de como a empresa estará no longo prazo. Por conta disso, ela é uma das melhores ferramentas para elaborar o planejamento estratégico!

Contabilidade de custos

ramos da contabilidade
A contabilidade de custos te ajuda a elaborar uma boa estratégia de precificação.

Não importa se você vende um produto ou um serviço: sempre haverá um custo envolvido. O segredo de quem ultrapassa os concorrentes é mantê-los sob controle! Afinal, não adianta nada vender bem se você não sabe onde o seu dinheiro vai parar.

É aí que a contabilidade de custos entra em ação. Como o seu próprio nome diz, ela se ocupa da gestão dos custos da empresa. Assim, mantê-los sob controle fica muito mais fácil!

Trata-se de um serviço essencial para garantir a rentabilidade do seu negócio. Afinal, com o olhar treinado do contador, você não deixa nenhum detalhe passar. Já pensou que gastos como aluguel, luz, água e etc podem estar passando despercebidos por seu processo de precificação?

Com um profissional especializado, isso não acontece mais. Ele vai te mostrar, de forma objetiva, quais são seus custos diretos e indiretos, e contrastar os dados com o preço de venda do produto ou serviço. Pode ser que você esteja vendendo por menos que o custo sem nem sequer suspeitar disso!

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: