Mix de produtos: um guia completo para você montar o seu!

Mix de produtos: um guia completo para você montar o seu!

O mix de produtos é a seleção de itens que um comércio opta por vender a seus clientes. Elaborá-lo com precisão é fundamental para um negócio de alta rentabilidade.

Sem produtos para vender, é óbvio que comércio algum vai adiante. Entretanto, escolher as mercadorias erradas para oferecê-las a seus clientes tampouco levará seu negócio a lugar algum!

É por conta disso que o mix de produtos, conceito muito usado no universo do marketing, é tão importante quanto a boa administração para o sucesso de lojas, sejam elas físicas ou virtuais. Neste post, você vai aprender o que ele é, por que é importante e como elaborá-lo visando a maximização dos resultados. Boa leitura!

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

O que é o mix de produtos?

O mix de produtos é, pura e simplesmente, o portfólio de mercadorias que a sua loja oferece aos consumidores.

Não importa o custo, o valor de venda ou o retorno que eles te proporcionam: tudo que você vende está incluído no mix.

Por que o mix de produtos é importante?

Uma loja existe para servir a seus clientes da melhor maneira possível. Caso eles visitem seu estabelecimento, mas não encontrem o que estavam procurando, simplesmente migrarão para a concorrência.

Ou seja: sem um mix de produtos bem elaborado, você não vai muito longe.

Só que a maneira como as mercadorias interagem é igualmente importante. Afinal, quando elas se complementam, a tendência é que o ticket médio do seu negócio aumente. Já parou para pensar como, nos supermercados, o macarrão está sempre próximo aos molhos e ao queijo ralado?

Não é difícil estender estes princípios a comércios de outros segmentos. Por exemplo: se você tem uma loja de roupas, apresentar as mercadorias juntas, nos manequins, é uma excelente opção de agregar valor a elas e melhorar as vendas.

Como elaborar um bom mix de produtos?

mix de produtos
Um mix de produtos vencedor só chega depois de muito trabalho e pesquisa.

Já adiantamos: você não montará um mix de produtos vencedor da noite para o dia. A combinação ideal só vem depois de testar várias combinações e fornecedores, assim como encarar muitos erros e acertos.

Confira algumas dicas para elaborar um mix de produtos que levará seu negócio ao próximo nível:

Pesquise as preferências do seu público

Como mencionamos, os clientes procuram estabelecimentos que supram as suas necessidades.

Deste modo, o primeiro passo para criar um mix de produtos que impulsionará o seu negócio em direção ao sucesso é, sem dúvida, pensar no seu público. A chave é antecipar suas necessidades e supri-las de um modo que exceda as expectativas.

Também é preciso pensar nas necessidades ele tem, mas que não está ciente. Por exemplo: se você vende vinhos, também pode oferecer taças e saca-rolhas.

Leve em conta os custos de estoque envolvidos

mix de produtos
Antes de optar por um mix extenso, verifique se isto compensa financeiramente para a sua empresa.

Em um mundo ideal, todas as lojas oferecem exatamente aquilo que os clientes procuram. Por mais que este seja o anseio de todos os comerciantes, há uma questão na qual nem todos pensam: o custo de estoque.

Por exemplo: um açougue pode oferecer vários cortes de carne, mas precisa dispor de uma estrutura para conservá-los até que sejam vendidos. Uma loja de roupas pode oferecer uma infinidade de peças aos clientes, mas, será que há espaço suficiente para armazenar todos os itens da maneira adequada? Um mix de produtos muito extenso também tem seu custo!

Portanto, é preciso colocar os custos na ponta do lápis. Às vezes, pode ser melhor (e mais lucrativo) fazer o seu estabelecimento ser especializado em algum produto do que vender de tudo um pouco e perder o controle sobre os custos de estoque.

Selecione os melhores fornecedores

Salvo exceções, não importa o produto que você vende: haverá um batalhão de fornecedores que poderão vendê-lo a você. Neste grupo, pode ter certeza que haverá algumas empresas cuja parceria não vale a pena, seja pela baixa qualidade dos produtos ou pelo atendimento que deixa a desejar.

Portanto, ao decidir vender uma mercadoria em específico, é preciso fazer um mapeamento dos fornecedores disponíveis. Às vezes, a qualidade do serviço é tão baixa que não vale a pena incluir a mercadoria no mix de produtos.

Atualize seu mix de produtos constantemente

mix de produtos
Novos produtos são lançados constantemente em todos os mercados. Fique atento à possibilidade de incluí-los em seu mix.

A má notícia é que, mesmo trabalhoso, o processo de montagem de um mix de produtos não deve parar nunca.

As indústrias de todos os setores inovam constantemente. Por conta disso, sempre há novos itens que podem cair como uma luva perante o seu público. Nunca deixe de pesquisar e atualizar o mix de mercadorias que o seu negócio vende!

Fique atento à sazonalidade

Além do fator inovação, há outro aspecto que faz com que a atualização periódica do mix de produtos seja necessária: a sazonalidade. Datas comemorativas, como Natal e Páscoa, quase sempre trazem oportunidades comerciais que você não pode deixar de agarrar.

Portanto, fique atento à possibilidade de mudar temporariamente o seu mix, por conta de oportunidades sazonais. Além de aumentar as vendas, você pode angariar novos clientes.

Observe a concorrência

mix de produtos
Não é porque a concorrência oferece – ou deixa de oferecer – algo que você deve automaticamente ter a mesma abordagem.

Ao elaborar seu mix de produtos, observar a concorrência é imprescindível. Mas, fique atento: isso não significa copiar os estabelecimentos que competem com você.

Muitas vezes, ao estudar o que os seus concorrentes vendem, alguns buracos na oferta podem vir a tona – buracos que você pode preencher. O contrário também pode acontecer: pode ser que os estabelecimentos vendam um item que gera mais prejuízo do que lucro.

Quais são os benefícios de um mix de produtos bem montado?

A elaboração do mix de produtos é um processo árduo, mas recompensador. Veja alguns benefícios que ele, quando bem elaborado, te proporciona:

Atração e fidelização de clientes

Não tem jeito: por maior que seja o seu orçamento de marketing, nada supera o bom e velho boca a boca. Quando um cliente visita sua loja e gosta do que vê (ou seja, do seu mix de produtos), as chances de ele te recomendar a um conhecido são altas. As chances de que ele volte mais vezes também são boas.

Deste modo, o mix de produtos pode se tornar uma estratégia de divulgação espontânea para o seu negócio.

Aumento do ticket médio

mix de produtos
Itens apresentados de maneira estratégica têm muito potencial para aumentar seu ticket médio.

No início do texto, mencionamos que um mix de produtos, quando bem elaborado, satisfaz necessidades que os seus clientes nem sequer sabiam que tinham.

Ou seja: um produto pode fazer com que o público perceba que também precisa de algo a mais (como no exemplo do vinho, da taça e do saca-rolha). Para você, isso significa um aumento no ticket médio.

Destacar-se perante a concorrência

Ao analisar a concorrência, muita gente assume que isso, na verdade, significa copiá-la. Na verdade, o seu foco deveria ser ficar em pé de igualdade com ela. Não, isso não significa oferecer exatamente o mesmo mix de produtos! Mais no início do post, falamos sobre eventuais “buracos” no mix de um concorrente. A missão do seu negócio deve ser preenchê-los!

Possibilidade de criar combos

mix de produtos
Combos são uma excelente maneira de aumentar o giro de estoque.

Por mais que a venda casada seja proibida por lei, não há nada que te impeça de criar combos.

Uma loja de roupas, por exemplo, pode criar um combo de jeans e camiseta. Uma joalheria, de brinco e anel, e assim em diante.

Quando o seu mix de produtos é bem elaborado, a criação desses combos acontece de forma natural, e tem um excelente potencial para aumentar o ticket médio do seu estabelecimento.

Redução do estoque parado

Quando você escolhe bem o que vende, é muito mais difícil ficar com mercadorias estacionadas no estoque. É muito melhor assim, pois o custo cai consideravelmente.

Além de ficar atento às quantidades ideais de compras, é preciso escolher bem o que comprar. Um passo em falso e você pode acabar com um lote de mercadorias estacionado no estoque, que ocupa espaço e não te dá retorno algum. É tudo o que você não quer

Gostou do conteúdo? Então confira nosso material, gratuito e exclusivo, para ajudar o seu negócio a decolar!

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: