9 maneiras de fazer prevenção de perdas na frente de caixa do varejo

9 maneiras de fazer prevenção de perdas na frente de caixa do varejo

Em época de crise, reduzir o prejuízo é fundamental para permanecer competitivo. É aí que entra a importância prevenção de perdas no varejo, setor que trabalha com margens muito apertadas.

Um levantamento revelou que as perdas consomem 2,26% dos lucros de uma grande rede de supermercados varejistas. Convenhamos: é uma soma considerável de dinheiro!

Se os grandes negócios, que geralmente têm uma equipe dedicada exclusivamente à prevenção de perdas, têm esse problema, o seu pequeno estabelecimento também terá! A boa notícia é que, depois de anos de crescimento, as taxas de perdas no varejo enfim começaram a cair. Isso significa que as empresas se conscientizaram e, hoje, têm políticas preventivas em prática.

Você, pequeno empreendedor, também pode reduzir as perdas e maximizar os lucros, sem os altos investimentos feitos por grandes grupos comerciais. Preparamos esse guia, 9 práticas de prevenção de perdas que você mesmo pode colocar em prática em seu pequeno varejo, sem comprometer o orçamento e com retorno garantido. Confira:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. Tenha um sistema frente de caixa PDV
  2. Realize inventários periódicos
  3. Saiba quais são seus produtos de alto risco (PAR)
  4. Mantenha a frente de caixa organizada
  5. Faça verificações não agendadas no caixa
  6. Faça com que as devoluções sejam conferidas por você ou pelo gerente
  7. Analise a quantidade de devoluções registradas por cada operador de caixa
  8. Controle o cancelamento de itens
  9. Tome medidas para identificar notas de dinheiro falsas

1. Tenha um sistema frente de caixa PDV

prevencao de perdas
A informatização é sua aliada na redução de perdas e custos.

O fato de um negócio ser pequeno não significa que a sua gestão seja simples. Toda empresa dá trabalho para tocar!

Assim, manter toda a gestão na ponta do lápis não significa apenas gastar muito tempo em tarefa simples, mas, também, estar muito aberto a erros e perdas!

Um bom sistema frente de caixa PDV te livra disso: basta lançar as informações e o software se ocupa dos cálculos e do processamento.

Além disso, os programas que oferecem a funcionalidade de geração de relatórios permitem que você cruze as informações de vendas, fluxo de caixa e estoque, podendo detectar anomalias que podem significar fraudes e/ou perdas. É um investimento com retorno garantido para o seu negócio.

2. Realize inventários periódicos

Fazer o inventário significa levantar tudo o que está na armazenagem e conferir os números com o que consta nos registros de estoque.

Mas, o que isso tem a ver com a prevenção de perdas na frente de caixa? Respondemos: tudo!

Há diversas fraudes que podem ser cometidas no checkout. Elas são tão bem elaboradas que a única maneira de notar que algo está errado, sem pegar o responsável em ação, é conferindo o estoque.

Por exemplo: você pode ter registrado um grande número de vendas de determinado produto, mas, ao fazer o inventário, nota que sua quantidade permanece inalterada. Com esses dados, você pode prestar mais atenção aos caixas, de modo a procurar falhas ou fraudes.

3. Saiba quais são seus produtos de alto risco (PAR)

O Princípio de Pareto diz que 80% dos resultados vêm de 20% das ações. Quando se trata de prevenção de perdas, isso significa que poucos itens são responsáveis por quase todas elas.

O que isso tem a ver com as perdas na frente de caixa? Simples: quando se trata de produtos de alto risco, o cuidado deve ser redobrado.

Caso um deles seja cancelado ou devolvido, deve voltar imediatamente ao estoque ou à prateleira. Se ele fica no checkout por muito tempo, as chances de furtos internos ou externos aumentam consideravelmente.

Além disso, quando eles forem trocados e/ou devolvidos, é muito importante que você, proprietário, faça a conferência do procedimento – o que é perfeitamente possível em um pequeno negócio. Isso porque estes são procedimentos de alta vulnerabilidade no caixa, que dão margens para fraudes – que acarretam fatalmente em perdas. Tenha, ao menos, um funcionário de confiança para se ocupar disso quando você estiver indisponível.

4. Mantenha a frente de caixa organizada

Muitos estabelecimentos optam por ter câmeras de segurança para monitorar o caixa e coibir ações que levam a perdas. Só que todo o monitoramento do mundo não vai ser suficiente se o local estiver desorganizado!

É uma lógica bem simples: se há itens bloqueando a visão da câmera, ela não vai servir para nada.

Assim, instrua o responsável para que ele zele pela organização, mantendo sacolas em seu devido lugar e levando produtos devolvidos ou trocados diretamente de volta à prateleira ou ao estoque.

-

5. Faça verificações não agendadas no caixa

prevencao de perdas
Contar o valor que está no caixa e cruzá-lo com os dados das venda é importante para coibir fraudes.

As verificações surpresa são uma ótima maneira de coibir ações mal intencionadas na frente de caixa e, consequentemente, fazer a prevenção de perdas. Afinal, se elas forem programadas, uma pessoa que está fraudando o checkout pode trabalhar para ocultar os traços disso.

Elabore relatórios de vendas, trocas e devoluções e cruze-os com o fluxo de caixa. Discrepâncias entre os dados indicam que algo está errado.

6. Faça com que as devoluções sejam conferidas por você ou pelo gerente

As devoluções são um momento extremamente susceptível a perdas na frente de caixa: há diversas fraudes que podem ser executadas nesse momento.

Uma ferramenta que muitos varejistas usam para evitar isso é exigência de senha para fazer esse registro. Porém, nada impede que a pessoa mal intencionada obtenha o código!

Por isso, em um pequeno varejo é possível – e viável – que você acompanhe esses processos, ou que um colaborador de confiança o faça. Se você prefere o sistema de senha, troque-a periodicamente.

7. Analise a quantidade de devoluções registradas por cada operador de caixa

Sim, elas de novo! Se você analisar os números de um negócio, com certeza vai perceber um padrão. Qualquer desvio se sobressai!

Isso também se aplica às devoluções. Como mencionamos, elas são um processo muito delicado e susceptível a fraudes. Deste modo, se você tiver mais de um operador de caixa, fique atento à quantidade de devoluções processadas por cada um.

É natural que as trocas e as devoluções se intensifiquem em alguns períodos (como logo após as datas festivas), mas picos inexplicáveis devem ser apurados: eles podem ser um indicativo de que houve algum tipo de atividade mal intencionada.

8. Controle o cancelamento de itens

É importante controlar indicadores, como a quantidade de devoluções por operador de caixa.

Ter os cancelamentos de itens sob controle também é uma boa prática de prevenção de perdas, pois esses processos também são muito susceptíveis a fraudes.

É por isso que é normal que o gerente ou proprietário da loja tenha que liberá-lo. Em seu estabelecimento, isso não pode ser diferente: em uma compra de muitos itens, é perfeitamente possível que o operador de caixa finja cancelar um item sem realmente fazê-lo e se aproprie do valor excedente. É preciso fiscalizar!

9. Tome medidas para identificar notas de dinheiro falsas

A prevenção de perdas não acontece apenas com o público interno, mas, também, com o externo. Muitas vezes, você pode ser pago com uma nota falsa e nem se dar conta disso. É prejuízo na certa!

Por isso, instrua seus funcionários quanto a procedimentos de verificação de notas. O site do Banco Central oferece um passo a passo de verificação tanto para as notas antigas quanto para as mais novas. Entre os itens que devem ser observados estão a qualidade do papel, as marcas d’água e os elementos “escondidos”, que só são visualizados com a nota em determinada posição.

Conclusão: a prevenção de perdas é mais simples do que você imagina!

Hoje, você aprendeu como fazer a prevenção de perdas na frente de caixa do varejo, gastando muito pouco! Continue nos acompanhando para receber mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do empreendedorismo! Em caso de dúvida, fale com a gente pelo contato@cplug.com.br.

Gostou do conteúdo? Então confira esse material exclusivo, com mais dicas fundamentais para encurtar o caminho do seu negócio até o sucesso:

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: