Abrir um restaurante com pouco dinheiro: 12 dicas fundamentais

Abrir um restaurante com pouco dinheiro: 12 dicas fundamentais

Abrir um restaurante com pouco dinheiro é possível! Seguindo algumas dicas, você pode realizar o sonho de ter um negócio próprio com um investimento relativamente baixo.

Com ou sem crise, todos precisamos comer. Por conta disso, muitas pessoas que sonham em abrir o próprio negócio cogitam começar um restaurante.

Por mais que o mercado seja amplo, diversificado e seguro, permitindo que o empreendedor explore diversos nichos, o custo para dar o pontapé inicial no negócio é alto. Afinal, além do ponto, é preciso contar com mão de obra especializada, equipamentos, um ponto privilegiado, etc. Juntos, estes fatores aumentam sensivelmente o custo do projeto.

Consequentemente, muitos empreendedores abrem as portas já endividados. Junte a isto o fato de que nenhum negócio dá lucro logo de cara e o resultado não poderia ser outro: falência!

Felizmente, você não precisa seguir este caminho: é possível abrir um restaurante com relativamente pouco dinheiro. Se você souber administrá-lo bem, as chances de sucesso são tão altas quanto as das pessoas que empreendem com um orçamento mais generoso! Confira nossas dicas:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. Pense pequeno
  2. Considere começar apenas com um delivery
  3. Prefira ter um cardápio reduzido
  4. Planeje muito bem o horário de funcionamento
  5. Não abra mão da ficha técnica para as suas receitas
  6. Preze pela fidelização de clientes
  7. Considere investir em uma franquia
  8. Não escolha seus equipamentos pelo preço
  9. Fuja dos estabelecimentos da moda
  10. Considere ter um sócio
  11. Mãos à obra!
  12. Tenha um sistema para restaurante

https://calendly.com/connectplug/conversa-gratuita-com-consultor/

1. Pense pequeno

Nossa primeira dica é, também, a mais óbvia: se você não tem um orçamento muito alto à disposição, é melhor voltar seus esforços à abertura de um estabelecimento de menor porte.

Afinal, não é preciso ser especialista para saber que o tamanho do restaurante é diretamente proporcional ao custo de operação. A cozinha deverá ter uma capacidade maior, o que significa um maior gasto com equipamentos e pessoal. O salão deverá ser grande, o que significa um alto gasto com mobiliário e aluguel, e assim em diante.

Portanto, não tenha vergonha de começar com um negócio menor. O crescimento virá com o tempo!

2. Considere começar apenas com um delivery

abrir restaurante com pouco dinheiro
Começar apenas com entregas é, sem dúvida, a opção mais econômica para abrir um negócio gastronômico.

Como já comentamos aqui no blog, o delivery é um modelo de negócio cada vez mais rentável para os restaurantes. Se o seu orçamento está realmente restrito, já pensou em começar operando apenas desta forma?

Afinal, um negócio que opera exclusivamente com entregas pode nascer na cozinha da sua casa. À medida que a sua clientela se torna fiel e o negócio cresce, você pode migrar para uma cozinha compartilhada, alugada por período. Caso a empresa realmente se consolide, nada impede que você invista em um restaurante físico.

3. Prefira ter um cardápio reduzido

Os insumos representam um dos principais gastos de um restaurante. Afinal, ingredientes de qualidade são fundamentais para pratos saborosos, que encantarão a clientela e farão com que ela volte sempre – só que não são baratos.

Justamente por isso, quem precisa abrir um restaurante com pouco dinheiro deve preferir um menu reduzido – e, de preferência, com a menor quantidade de itens altamente perecíveis possível. Assim, você reduzirá os custos com aquisição e armazenamento dos insumos, algo muito importante no início das operações. E não se esqueça de otimizar o cardápio para valorizar os itens mais rentáveis!

4. Planeje muito bem o horário de funcionamento

Adicional noturno, hora extra, água, luz… A quantidade de horas que o seu restaurante funciona é diretamente proporcional à quantidade de horas que ele funciona diariamente.

Por conta disso, antes de investir em um estabelecimento que funciona todos os dias, no almoço e no jantar, avalie se isto não vai te dar prejuízo. Dependendo do perfil do estabelecimento, pode ser que não valha a pena mantê-lo aberto em ambos os turnos, ou sequer todos os dias.

5. Não abra mão da ficha técnica para suas receitas

abrir restaurante com pouco dinheiro
Procure documentar suas receitas de um modo mais técnico. Isso ajuda a reduzir os desperdícios e, consequentemente, os custos.

Quando os recursos são escassos, é preciso usá-los de modo racional. No caso dos restaurantes, isso significa que é importante que você use a ficha técnica desde o seu primeiro dia de operações.

Este documento permite que você registre suas receitas de um modo muito mais técnico. Deste modo, você  otimiza o uso de ingredientes, reduz perdas e, consequentemente, corta custos. Tudo isso sem que a qualidade da comida servida em seu estabelecimento saia prejudicada!

6. Preze pela fidelização de clientes

Estima-se que manter um cliente que você já tem custa 70% menos do que atrair um novo. Por conta disso, se o orçamento de abertura do seu negócio é baixo, você deve prezar pela fidelização de quem frequenta seu negócio desde o primeiro dia.

Há diversas técnicas para isto. Mantenha um cadastro de clientes, ofereça atendimento personalizado e regalias que os encorajem a voltar mais vezes. Além de manter os clientes, você pode conquistar novos por meio de recomendações.

Gostando do conteúdo? Então confira este material gratuito e exclusivo, com mais dicas fundamentais para que o seu restaurante seja um sucesso!

7. Considere investir em uma franquia

Ao abrir um negócio com pouco dinheiro, não há margem de erro: ou você acerta, ou você quebra! Apesar de nunca haver garantia alguma na hora de empreender, há formas de tornar a jogada menos arriscada.

Uma das maneiras de fazer isto é abrir uma franquia. Neste modelo de negócio, você paga para usar uma marca que já é conhecida no mercado, e, em troca, a empresa te dá todo o expertise e apoio necessários para que o estabelecimento seja um sucesso. Outra vantagem é que há franquias que podem ser abertas por valores relativamente baixos – o investimento necessário de algumas não chega a R$ 10 mil.

8. Não escolha seus equipamentos pelo preço

abrir restaurante com pouco dinheiro
Uma cozinha profissional precisa de equipamentos que são custosos. Por mais apertado que o seu orçamento esteja, você não deve escolhê-los apenas pelo preço!

Um dos maiores custos envolvidos com a abertura de um restaurante é, sem sombra de dúvidas, a aquisição de equipamentos de cozinha. Afinal, manipular alimentos de modo profissional é muito diferente do que fazê-lo em casa!

Portanto, não adianta adquirir equipamentos domésticos e esperar que as operações aconteçam sem problemas: é preciso adquirir os itens adequados. Você precisa de bancadas especiais de inox, fritadeiras, fornos e fogões profissionais, etc. E isso não sai nada barato!

Por mais que você se sinta tentado a escolher os equipamentos com base no critério do menor preço, resista! Isto porque itens com preço muito abaixo da média do mercado costumam ser de má qualidade. Além dos defeitos e do alto custo de manutenção, eles podem prejudicar a qualidade da sua comida e te custar clientes. De um jeito ou de outro, terão que ser substituidos, o que significará uma despesa grande para o seu negócio.

Moral da história: por mais baixo que o seu orçamento seja, não se deixe levar por equipamentos baratos, mas de baixa qualidade! O barato sai caro!

9. Fuja dos estabelecimentos da moda

Você se lembra das famosas paleterias mexicanas? Houve uma época na qual o doce se tornou uma verdadeira febre! Consequentemente, estabelecimentos do tipo pipocaram por todo o país. E, por um período, eles foram um excelente negócio: as vendas foram de vento em popa. Só que, depois de um tempo, a moda passou. Com isso, as paleterias se foram tão rápido quanto haviam aparecido.

Este é um de muitos exemplos de negócios da moda que não passaram de um febre. Os empreendedores por trás deles podem até ter lucrado decentemente por algum tempo, mas, depois, arcaram com amargos prejuízos.

Moral da história: se você não tem muito dinheiro para investir, fuja de negócios da moda. Prefira investir seu tempo e seus recursos em estabelecimentos duradouros, por mais que o caminho até um negócio altamente rentável seja mais longo.

10. Considere ter um sócio

Não tem jeito: às vezes, o dinheiro que você tem à disposição simplesmente não é suficiente para começar um negócio. Se você fez todas as contas e viu que os seus recursos sozinhos não darão conta do recado, pode ser que seja a hora de encontrar um sócio que complemente o capital necessário.

O dinheiro não é a única vantagem disso: você pode contar com alguém mais experiente que você no segmento, ou, simplesmente, ter uma opinião de alguém com uma visão distinta da sua.

Por mais tentadora que a sociedade pareça, você tem que procurar seu parceiro com cuidado: é como se fosse um casamento empresarial, e ele terá o mesmo poder sobre o negócio que você.

11. Mãos à obra!

abrir restaurante com pouco dinheiro
Procure se qualificar e colocar a mão na massa em seu negócio. Com isso, você economiza em mão de obra.

Um dos principais custos de qualquer estabelecimento é com pessoal. Em restaurantes, isto não é diferente: você precisa de cozinheiros, garçons, caixas, profissionais de limpeza… A lista é extensa e, os custos disso, altos.

Assim, se você pretende abrir um restaurante com pouco dinheiro, é muito provável que você mesmo tenha que colocar as mãos à obra. Seja servindo mesas, operando caixas ou cuidando da limpeza, seu papel não se limitará às rotinas administrativas. Também há a possibilidade de transformar o empreendimento em um negócio familiar, usando mão-de-obra de parentes, o que ajuda a reduzir ainda mais o custo.

12. Tenha um sistema para restaurante

 

Um sistema para restaurante não é um mero gasto: é um investimento. A possibilidade de armazenar e comparar seus dados permite um controle muito mais rígidos sobre o seu negócio – algo fundamental quando os recursos são escassos.

Na hora de escolher uma solução do tipo, conte com a ConnectPlug! Nossa solução é a mais completa e com o melhor custo-benefício do mercado, perfeito para quem tem um orçamento mais justo. Teste por 15 dias grátis e veja por você:

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: