O que é totem de autoatendimento: guia completo!

O que é totem de autoatendimento: guia completo!

Versátil, totem de autoatendimento tem uma série de vantagens a oferecer a seu estabelecimento. Confira detalhes sobre essa ferramenta no post a seguir.

Não é preciso ser especialista em gestão de empresas para ter em mente que a tecnologia tem revolucionado uma série de rotinas da administração de estabelecimentos comerciais. Graças aos sistemas de gestão, é possível controlar aspectos como o fluxo de caixa, os produtos mais pedidos e os níveis de estoque de uma maneira muito mais simples e intuitiva.

Apesar disso, nem todos os empreendedores consideram que os avanços na tecnologia também podem ser usados para mudar a experiência que o cliente tem com o seu estabelecimento. Uma das maneiras de se fazer isso é instalando totens de autoatendimento nas dependências do seu negócio, inovando na maneira como o público interage com a sua empresa.

Ainda não conhece essa tecnologia? Então continue lendo e confira tudo o que você tem que saber sobre ela antes de optar por instalá-la em sua empresa, desde as vantagens proporcionadas por ela até como obtê-la. Confira:

Ou clique para ir direto ao tema que te interessa:

O que é o totem de autoatendimento?

Como o seu próprio nome diz, um totem de autoatendimento nada mais é do que um terminal onde um cliente pode solicitar produtos e serviços, sem a necessidade de ser acompanhado por um funcionário. Dependendo do software instalado, também é possível fazer o pagamento de forma autônoma, por meio da integração com outras tecnologias, como máquinas de cartão de crédito.

Para que serve um totem de autoatendimento?

o que e totem de autoatendimento
Uso do totem pode trazer benefícios para segmentos tradicionais, como os restaurantes

Como o totem de autoatendimento é uma tecnologia versátil, ele pode ser usado com as mais diversas finalidades. Entre elas, estão:

  • Registro e pagamento de pedidos em restaurantes;
  • Emissão de senhas em bancos, repartições públicas, etc;
  • Compra de itens como passagens aéreas e ingressos para eventos;
  • Adição de itens a produtos e serviços já comprados, como bagagem despachada em viagens aéreas.

Apesar disso, é preciso ter em mente que cada funcionalidade exige que esse item seja configurado de uma maneira diferente. Por conta disso, será preciso buscar uma empresa especializada na área, como veremos a seguir.

Quais setores usam o totem de autoatendimento?

Por conta da multiplicidade de funções que podem ser assumidas por um totem de autoatendimento, esse equipamento é usado pelos mais diversos setores da economia. Entre eles, estão:

  • Aeroportos;
  • Shopping centers;
  • Bares e restaurantes;
  • Lojas do varejo em geral;
  • Centros de atendimento ao público.

Em todos os casos, por mais que seja preciso realizar um investimento para adaptar as instalações à presença do totem, a relação custo-benefício é boa.

Quais são as vantagens do totem de autoatendimento?

Dependendo do setor, o totem de autoatendimento pode ser benéfico de diferentes maneiras. Ainda assim, quando ele é implementado corretamente, sempre há um ganho.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas das vantagens de se contar com ele em um estabelecimento comercial ou em um centro de atendimento ao público.

Criação de um diferencial perante a concorrência

Recentemente, especialistas em marketing e vendas têm frisado que, ao contrário do que acontecia há alguns anos, hoje, uma boa relação custo-benefício não é o suficiente para conquistar o público. Apesar de isso também ser importante, é preciso ter em mente que o consumidor atual também busca uma boa experiência acima de tudo. Portanto, diferenciar-se nesse quesito é uma ótima maneira de se destacar perante a concorrência.

A boa notícia é que o totem de autoatendimento é de grande ajuda para que isso aconteça. O motivo por trás disso é o fato de que os consumidores estão acostumados com um modo de atendimento tradicional, que envolve interagir com uma pessoa. Assim, quando eles se deparam com um totem que lhes proporciona mais autonomia, é natural que eles se interessem pela novidade, preferindo o seu negócio à concorrência.

Redução das filas

Todo empreendedor sabe que empresas têm horários de menos e de mais movimento. Nesse último caso, é normal que a equipe não dê conta do volume de atendimento, o que, por sua vez, gera filas. Dependendo de seu porte, elas podem custar ao negócio uma boa quantidade de clientes.

Nesse caso, implementar o totem de autoatendimento, mas preservando a presença dos atendentes, pode ser a melhor opção para aliviar o fluxo durante os horários de pico. O motivo por trás disso é o fato de que os totens criam um novo canal de atendimento ao cliente, mas sem demandar a contratação de mais pessoal. Desse modo, é possível reforçar as operações sem elevar excessivamente os custos da sua empresa. Na prática, isso significa que ela se torna mais rentável.

Deslocamento da equipe para atividades mais produtivas

Quando o totem de autoatendimento é implementado, é natural que os clientes passem a preferir a fazer seus pedidos por meio dele ao invés de recorrer aos funcionários. Isso gera a oportunidade de remanejar esses colaboradores para outras atividades, como o apoio às rotinas administrativas ou a higienização do ambiente. Em outras palavras, a empresa melhora a sua eficiência, mas sem elevar excessivamente os custos.

Vale ressaltar que, por mais que os totens sejam intuitivos, sempre há a possibilidade de que algum cliente tenha dificuldades para lidar com ele. Portanto, é interessante deixar uma pessoa a postos, para que ela auxilie clientes que estejam com dificuldades para lidar com o sistema. Assim, evita-se a formação de filas e a frustração do público.

Redução de erros nos pedidos

Quem trabalha no ramo de bares e restaurantes sabe que os ruídos de comunicação são algo comum. Na prática, isso significa que as informações que o cliente passa ao garçom, e que esse passa ao chef e/ou ao bar, podem se corromper facilmente. Trata-se de algo especialmente comum durante os horários de maior movimento, quando o volume de pedidos é alto e os funcionários podem ter dificuldade para lidar com eles.

Vale ressaltar que esse tipo de problema é mais do que um mero contratempo. Quando o cliente recebe aquilo que não pediu, ele se frustra, o que prejudica a imagem que ele tem do seu estabelecimento. Do mesmo modo, essa falha gera custos, já que é preciso fazer outro prato e o cliente não pode ser obrigado a pagar a mais por isso. Em outras palavras, o dano é grande.

Mais uma vez, o totem de autoatendimento pode ser de grande ajuda para evitar tais situações. O motivo por trás disso é o fato de que, quando o cliente faz o seu pedido por meio dessa interface, ele o envia diretamente à cozinha ou ao bar, sem a intermediação do garçom. Consequentemente, as chances de erros se reduzem consideravelmente.

Possível integração com o sistema de gestão ERP

É praticamente unânime entre especialistas o fato de que usar um sistema de gestão ERP é uma das melhores medidas que podem ser tomadas para tornar um estabelecimento mais competitivo. O motivo por trás disso é o fato de que tal software tem a capacidade de cruzar dados de maneira estratégica, o que otimiza a gestão de qualquer negócio.

Uma das maneiras de obter ainda mais retorno dessa ferramenta é integrá-la a um totem de autoatendimento. De olho na tendência, alguns fornecedores de software já oferecem essa funcionalidade, a qual faz com que todas as vendas feitas por intermédio do totem sejam lançadas automaticamente do sistema. Da mesma maneira, os insumos usados para atendê-los são deduzidos automaticamente do estoque. Assim, as chances de erros – e, logo, de falhas na gestão – caem consideravelmente.

Elaboração de um cardápio mais atraente

o que e totem de autoatendimento
Totem de autoatendimento permite inovar e criar um cardápio interativo e mais atraente.

No caso dos restaurantes, o uso de um totem de autoatendimento oferece, ainda, mais uma vantagem: a possibilidade de criar um cardápio mais atrativo, com recursos interativos, animados e com imagens maiores e de qualidade superior. Por mais que muitas pessoas não vejam esse aspecto como algo essencial, especialistas afirmam que essa é uma medida que encoraja os clientes a aumentar o número de itens de seus pedidos, e, consequentemente, o seu ticket médio.

Além disso, a flexibilidade do totem permite que, quando o cardápio mudar, ele seja atualizado de uma forma simples e fácil. Do mesmo modo, a sua adoção evita que o cardápio físico tenha que ser alterado de formas grosseiras, com o uso de corretivos e fitas adesivas.

Como aproveitar ao máximo o seu totem de autoatendimento?

Apesar de as vantagens trazidas pelo totem de autoatendimento serem inegáveis, é preciso ter em mente que elas não se concretizam em um passe de mágica: há algumas boas práticas que devem ser seguidas para tal. A boa notícia é que elas estão longe de serem impossíveis, e trazem uma melhor experiência com esse equipamento. Confira algumas delas a seguir:

Elabore um orçamento para a adaptação

Por mais que o totem de autoatendimento não seja uma ferramenta que eleva excessivamente seus custos operacionais, é preciso ter em mente que sua adoção exige um investimento. Afinal, há gastos com a compra do equipamento, do software, treinamentos, etc.

Desse modo, antes de formalizar a contratação de um fornecedor do item, é fundamental levantar o valor que o seu estabelecimento pode investir – e, em seguida, segui-lo à risca durante todo o processo. Assim, evita-se o stress de administrar um projeto que está comprometendo a saúde financeira da sua empresa.

Certifique-se de que ele realmente será útil

Apesar de a tecnologia ser benéfica para uma ampla gama de estabelecimentos, há casos nos quais sua implantação não compensa. Em um restaurante que trabalha única e exclusivamente com delivery, por exemplo, não há sentido na instalação de um totem de autoatendimento, já que os clientes fazem seus pedidos por telefone ou por app. Em suma, é fundamental analisar o seu modelo de negócio para certificar-se de que ele realmente será beneficiado pela implementação dessa solução.

Proporcione treinamento a seus funcionários

Por mais que o totem de autoatendimento seja usado com o objetivo de melhorar a experiência do cliente, também é preciso que os seus clientes saibam utilizá-lo. Assim, eles poderão auxiliar o público quando alguém tiver alguma dificuldade, ou mesmo realizar pequenos procedimentos de manutenção, como a atualização de software.

A boa notícia é que, como esse dispositivo é de utilização extremamente simples, não será preciso investir grandes somas de tempo nem de dinheiro para que sua equipe esteja devidamente treinada. Há até mesmo empresas fornecedoras desse tipo de solução que já incluem os treinamentos no custo de implantação, permitindo que os clientes terceirizem a tarefa.

Divulgue o item por meio de seus canais de promoção

Além de um modo de cortar custos, o totem de autoatendimento também é um diferencial de mercado para a sua empresa. O motivo por trás disso é o fato de que ainda são poucos os estabelecimentos que permitem a realização de pedidos dessa maneira, o que, por sua vez, ajuda a atiçar a curiosidade do público.

Por essa razão, é fundamental que, uma vez que o equipamento esteja devidamente instalado e funcional, sua presença seja divulgada perante o público. Isso pode ser feito por meio dos canais que a maior parte das empresas já usa para a promoção de seus produtos e serviços, como as redes sociais.

Equilibre o uso dos totens com a demanda

Por mais que os totens por si só já sejam de grande ajuda para evitar as filas, é preciso ter em mente que eles não fazem milagres. Na prática, isso significa que um estabelecimento de grande porte tende a gerar um grande tempo de espera para os seus clientes caso a estrutura para a tomada de pedidos seja insuficiente, seja ela automatizada ou totalmente baseada em pessoas.

Para evitar que isso aconteça, é preciso que o número de totens instalados esteja de acordo com a demanda do público. Como eles podem ser usados em conjunto com o modo tradicional de fazer pedidos (ou seja, com atendentes de prontidão), eles servem como reforço. Tamném há a possibilidade de realizar uma transição com um aumento progressivo de sua quantidade.

Invista na integração com o seu sistema de gestão

o que e totem de autoatendimento
Integração com sistema ERP amplia as vantagens do totem de autoatendimento.

Como mencionado anteriormente, alguns fornecedores de sistemas de gestão já trabalham com o totem de autoatendimento, oferecendo integrações entre ambos os softwares. Por mais que eles possam ser usados de maneira independente sem nenhum problema, o totem é muito melhor aproveitado quando ambas as ferramentas se comunicam. Assim, recomenda-se usar um único fornecedor para ambos, usufruindo de todas as vantagens que isso gera.

Não se esqueça da manutenção

Por mais avançada que uma tecnologia seja, ainda não há nenhuma ferramenta que seja indestrutível. Em outras palavras, isso significa que é fundamental investir em manutenção para evitar problemas.

O caso do totem de autoatendimento não é exceção. Além de instalá-lo em um local onde não haja riscos à sua integridade, como umidade ou radiação solar excessiva, recomenda-se fazer todas as atualizações de software indicadas pelo fornecedor, bem como a manutenção necessária nas instalações físicas.

Escolha um fornecedor de confiança

Com a popularização do uso do totem de autoatendimento, é natural que haja cada vez mais fornecedores dessa solução no mercado. Apesar disso, é preciso ter em mente que isso não é um atestado de qualidade: há empresas que, pese ao fato de não serem sérias, propõem-se a trabalhar com algo complexo como o atendimento ao cliente. Portanto, antes de contratar uma delas, é fundamental preferir as que são idôneas e que têm uma boa reputação no mercado. Apesar de isso poder custar um pouco mais caro, o investimento a mais retorna sob a forma de uma operação mais tranquila e sem contratempos.

Portanto, antes de contratar uma delas, é fundamental preferir as que são idôneas e que têm uma boa reputação no mercado. Apesar de isso poder custar um pouco mais caro, o investimento a mais retorna sob a forma de uma operação mais tranquila e sem contratempos.

Como começar a usar um totem de autoatendimento?

Esse post te fez ver o que o totem de autoatendimento é exatamente o que a sua empresa precisa? Então o próximo passo deve ser buscar um estabelecimento de confiança que atue nesse ramo. Se ela também oferecer integração com um sistema ERP, ainda melhor: a gestão do seu negócio ficará muito mais eficiente.

Além de ter o software de gestão mais simples e prático do mercado, a ConnectPlug também oferece totens de autoatendimento para o seu bar e restaurante, independentemente do seu porte. Por meio da integração entre as duas ferramentas, seu negócio irá disparar perante a concorrência.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: