O sonho de muitos empreendedores é que houvesse como reduzir os impostos, já que eles são uma das principais despesas de qualquer empresa. Mas o que muitos não sabem é que esse “sonho” é perfeitamente real — e, inclusive, é mais simples de realizar do que parece. As leis tributárias brasileiras são complexas, mas essa complexidade oferece muitos caminhos para pagar menos impostos de maneira legal, como mostramos a seguir. 

 

Não é novidade para nenhum empreendedor que a carga tributária brasileira é uma das mais altas do mundo: de acordo com esse estudo, feito com dados da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), somos o segundo país que mais cobra imposto de suas empresas, de 111 países analisados. Mas é importantíssimo observar que, além de alta, a tributação brasileira é complexa

Existem dezenas de impostos federais, estaduais e municipais — com valores que incidem sobre outros impostos. Além disso, há diversas possibilidades de enquadramentos para as empresas, que podem pagar mais ou menos impostos por conta de simples mudanças em cadastros. E é aí que mora a possibilidade de pagar menos impostos de maneira legal. 

A verdade é que muitas empresas pagam mais impostos do que deveriam simplesmente por não conhecerem a legislação tributária. Está certo que a reforma tributária, aprovada em 2023, deve mudar bastante esse cenário e torná-lo mais simples — porém, enquanto isso não acontece, você precisa agir para pagar menos impostos. A lucratividade dos seus negócios pode melhorar muito com essas ações. 

Dito isso, sabemos que muitos empreendedores têm medo de fazer esse tipo de escolha. Afinal, uma escolha equivocada pode acabar aumentando os impostos da empresa — ou, pior, acarretar em multas e problemas legais. Por isso, é importante se informar sobre as leis tributárias e conhecer formas legais de pagar menos impostos. 

A seguir, nós explicamos as seis estratégias mais importantes para que você saiba como reduzir os impostos da sua empresa.

 

1. Investir em uma boa contabilidade

Parece um contrassenso iniciar um guia sobre como economizar em impostos falando de investir em algo. Mas, assim como todas as áreas da empresa, a contabilidade também é algo que demanda investimentos para que você alcance a lucratividade. 

Bons contadores podem analisar as finanças da sua empresa, as atividades que ela realiza, os tipos de impostos que incidem sobre elas, os enquadramentos legais do seu negócio… A partir disso, eles conseguem encontrar as mudanças que diminuem a carga tributária que incide sobre seu negócio. Em resumo, quem torna possível alcançar o objetivo de diminuir os impostos é a contabilidade — todas as outras dicas do artigo passam por ela. 

Mas, além de mudanças simples, como mudar o regime tributário, uma boa contabilidade pode orientar em questões um pouco mais complexas, mas muito efetivas. Você pode, por exemplo, fazer investimentos que possibilitem benefícios fiscais ou mudar a forma como você recebe sua parte do faturamento. Tudo de forma legal, mas reduzindo os impostos. 

Leia outros artigos sobre a área fiscal e tributária no blog da ConnectPlug

 

2. Fazer um planejamento tributário

Continuando o pensamento do item anterior, o principal trabalho que um bom contador pode fazer por sua empresa é um planejamento tributário. Isso consiste em um estudo completo das áreas financeira, contábil e jurídica da empresa com objetivo de identificar essas oportunidades de reduzir os impostos que mencionamos anteriormente. 

A partir disso, uma das oportunidades mais importantes — e que deve fazer parte de todo planejamento tributário — é o enquadramento jurídico da empresa. Ou seja, sua empresa irá recolher impostos por qual regime?

  • Simples Nacional: adotado pela maioria das micro e pequenas empresas, permite pagar todos os impostos em uma única guia. 
  • Lucro Presumido: nesse regime, a empresa não precisa ter todas as demonstrações financeiras, pois paga impostos por uma margem de lucro fixa para o segmento.
  • Lucro Real: regime em que a empresa calcula exatamente a margem de lucro para pagar os impostos, mas precisa apresentar todos os demonstrativos.

A maioria dos comércios acaba adotando o Simples Nacional simplesmente porque seu faturamento não passa do limite do programa e os empreendedores acreditam que essa é a melhor opção. Mas esse nem sempre é o caso. O trabalho necessário para cumprir todos os requisitos do lucro real pode compensar bastante, dependendo da empresa.

Porém, o primeiro passo para descobrir qual regime tributário é melhor para sua empresa é fazer o planejamento.

 

3. Pagar todos os impostos em dia

Uma das técnicas mais simples de como reduzir os impostos — que você pode colocar em prática agora mesmo — é pagar todos os impostos sem atraso. Afinal, qualquer conta paga em atraso ocasiona multas e juros. 

Esses valores podem parecer baixos, quando olhamos separadamente. Mas você já parou para contabilizar quanto você já gastou com essas multas, ao longo do ano? 

Além disso, não planejar o pagamento de contas e impostos pode gerar outros problemas — como ter pouco dinheiro em caixa no dia do vencimento, fazendo com que você pague taxas bancárias, precise recorrer a empréstimos e outros custos extras. 

impostos

 

4. Procurar eventuais incentivos fiscais 

Muitos empreendedores pensam que incentivos fiscais servem apenas para as grandes indústrias que recebem isenções ou para empresas que investem quantias milionárias em projetos culturais ou sociais. Contudo, mesmo as pequenas empresas podem aliviar sua carga tributária se souberem aproveitar essas legislações. 

Há maneiras de investir seu lucro em negócios ou bens que sejam menos tributados que outros, além de projetos sociais/culturais que custam pouco e podem servir como vitrine para seu negócio. Vale a pena pesquisar sobre o assunto e buscar essas oportunidades.

 

5. Reduzir o pró-labore (recebendo de outras formas)

É indispensável, para a contabilidade da empresa, que você separe as contas pessoais das contas da empresa. Nesse processo, os empreendedores acabam recebendo o pró-labore, que é uma espécie de salário. A questão é que esse valor é bastante tributado no Brasil — e você pode pagar menos impostos ao reduzir seu pró-labore. 

Para que você não tenha prejuízos — afinal, você merece receber os lucros do seu negócio de alguma forma… —, você aumenta a divisão de lucros. Isso porque não incidem tributos sobre lucros e dividendos, na lei brasileira. Então, consulte seu contador para saber como fazer essa mudança.

Leia também: Como fazer o fluxo de caixa da minha empresa? Guia completo.

 

6. Diminuir os custos operacionais

Além do valor dos impostos em si, é importante calcular os custos operacionais ligados ao pagamento de impostos — começando pelo tempo que você gasta para fazer isso sozinho e os juros/multas que mencionamos anteriormente. Contratar uma contabilidade é uma forma de agregar mais eficiência a esse processo, diminuindo seus custos com ele. 

Além disso, você pode diminuir custos da empresa sobre os quais incidem tributos, como a contratação de funcionários. Ao terceirizar atividades como a limpeza, o marketing ou a contabilidade, você também deixa de contratar funcionários para essas atividades, o que também diminui os encargos trabalhistas sobre a empresa. 

 

Conclusão: como reduzir os impostos da empresa?

Como você pode observar por esse artigo, a complexidade das leis tributárias no Brasil é uma faca de dois gumes: ao mesmo tempo em que gera despesas, oferece oportunidades para os empreendedores que querem pagar menos impostos dentro da lei. 

Nesse sentido, há muitas estratégias que você pode adotar, e a maioria delas é simples de implementar. É necessário fazer alguns investimentos, como contratar um escritório de contabilidade, mas são valores que “se pagam” na economia que você terá com impostos.

No sentido de investimentos que geram economia, outra questão muito importante é a automação comercial. A tecnologia pode melhorar a gestão da sua empresa, aumentar a eficiência e, dessa forma, aumentar também a lucratividade. 

Se você gostou desse artigo e quer conferir mais dicas como essa para diminuir custos e melhorar os resultados do seu negócio, inscreva-se na nossa newsletter e siga os perfis da ConnectPlug nas redes sociais. 

 

Veja também o nosso Checklist de Obrigações Fiscais e Contábeis para Empresas:

impostos

Posts Recomendados

2 Comments

  1. Excelente as informações

    • Olá Erasmo, tudo bem? Agradecemos muito o seu feedback 💙🤩


Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *