Mais do que uma “tecnologia do futuro”, o autoatendimento self-checkout é uma solução que as pessoas já querem utilizar hoje. Isso porque ela oferece diversas vantagens, tanto para seus “usuários/clientes” como para empreendedores que a disponibilizam em seus estabelecimentos. Entenda tudo sobre esse sistema e saiba como implementá-lo.

 

Você sabia que 85% dos consumidores acham que o autoatendimento self-checkout é mais rápido que as filas convencionais? Na realidade, quando um estabelecimento oferece as duas opções, 60% dos clientes preferem o autoatendimento. Pois é!

Esses dados são de uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, onde o autoatendimento self-checkout surgiu antes e são mais conhecidos — mas as tecnologias também estão ganhando cada vez mais espaço aqui no Brasil. Segundo dados da Global Market Insights, o mercado de autoatendimento deve crescer 11% ao ano no mundo, incluindo aqui. 

Mas se você sabe pouco sobre essa solução e ainda não tem certeza de que ela é realmente boa para o seu estabelecimento, vale a pena estudar um pouco mais sobre. Nesse artigo, nós explicamos tudo que você precisa saber sobre o autoatendimento self-checkout — baseado na solução que oferecemos aqui na ConnectPlug.

 

 

Conheça o sistema de autoatendimento da ConnectPlug

 

Afinal, o que é o autoatendimento self-checkout?

Basicamente, o self-checkout funciona como um “fechamento de compra tradicional” — proporcionando ao usuário, a realização do processo completo de finalização de compra de forma totalmente autônoma, ou seja, tudo sozinho sem a necessidade de um operador de caixa.

Isso é possível com a ajuda da tecnologia, claro. Um “terminal” de autoatendimento self-checkout permite que o cliente escolha os produtos, “passe-os” no leitor de código de barras, escolha a forma de pagamento e conclua a sua compra — em um sistema intuitivo e seguro.

Com algumas diferenças pontuais, o autoatendimento self-checkout pode ser adotado por diversos setores como: mercados autônomos, supermercados, food services, lojas em geral, entre outros.

 

Mercados e lojas

autoatendimento self-checkout

Em um mercado, o próprio consumidor passa os códigos de barras dos produtos — e quando há algo que precise ser pesado, uma balança é integrada ao self checkout. O sistema também pede o CPF, cartão fidelidade da loja/mercado e outras informações importantes.

Algumas lojas fazem a conferência dos itens pelo peso das sacolas e, se houver algum erro, um supervisor é chamado automaticamente. Outras, como minimercados em condomínios, trabalham com base na honestidade dos clientes — e funcionam muito bem assim.


Minimercados/conveniências

Conhecido também como “mercados autônomos” e até mesmo “honest market” em inglês, esses minimercados ou mini conveniências, conquistaram os corações de muitos brasileiros durante a pandemia.

Principalmente pela facilidade de comprar, com extrema agilidade sem necessariamente se deslocar por distâncias maiores, e o melhor, poder adquirir aquilo que precisa naquele momento, com total autonomia, sem necessariamente ter contato com um atendente.

Ou seja, mais uma opção intuitiva e prática, onde um sistema permite que o cliente encontre o que precisa e faça suas compras a qualquer hora do dia com tranquilidade.

 

 

Entenda as vantagens do self-checkout

Em muitos estabelecimentos, os self-checkouts podem ser uma opção adicional aos caixas tradicionais — e os consumidores decidem qual preferem na hora. 

Mas essa tecnologia pode ser usada para criar modelos diferenciados de negócio, como um quiosque sem atendentes, um bar onde o cliente enche sua caneca de chope quando quiser ou um restaurante onde não é necessário chamar o garçom, pois o pedido é feito no sistema de autoatendimento e vai direto para a cozinha . 

 

Leia também: Novo ecossistema de software é implantado no Bar do Urso

 

Além da versatilidade e das novas possibilidades, a tecnologia “self-checkout” oferece várias outras vantagens. Conheça algumas delas:

  1. Chama atenção: Mesmo que estejam se popularizando, os self-checkouts ainda têm uma aura de modernidade que faz eles se destacarem frente à concorrência, em especial se estiverem próximos de caixas convencionais. 
  2. Rapidez e praticidade: Principalmente para as compras rápidas, em horários de grande movimento, o self-checkout se torna muito mais rápido que uma operação tradicional, já que o próprio cliente digita suas informações e seleciona o que deseja. 
  3. Otimiza o espaço: Os totens de autoatendimento ocupam pouco espaço, permitindo criar um ambiente mais aberto e “clean”, sem balcões ou esteiras de caixa. Com isso, também sobra mais espaço para produtos ou mesas.
  4. Otimiza recursos humanos: Em vez de ter um operador em cada caixa, você pode ter apenas um supervisor para vários self-checkouts ou mesmo nenhum, como é o caso dos minimercados em condomínios. Os outros colaboradores podem realizar tarefas mais estratégicas, como montagem dos pratos ou gestão de estoque.  
  5. Aumenta o ticket-médio: Sem falar com atendentes, o cliente se sente à vontade para fazer pedidos mais elaborados (e mais caros, é claro). Os sistemas também possuem funções para adicionar mais itens no final do pedido, que ajudam nisso.


Self-checkouts e integração com outros sistemas

Além das vantagens descritas anteriormente, o autoatendimento também tem potencial para facilitar a administração do estabelecimento. Isso porque o mesmo sistema que o cliente usa para fazer seu pedido e pagar, pode ser integrado com outros softwares que fazem gestão de estoque, fluxo de caixa, emissão de notas fiscais e assim sucessivamente.

Além de facilitar a administração — permitindo que o empreendedor se concentre em outras questões importantes —, essa integração otimiza o trabalho dos colaboradores, diminui riscos de quebra de estoque, além de evitar falhas contábeis ou financeiras. Em resumo, traz mais segurança para os negócios. 

 

Leia também:  Autoatendimento integrado ao sistema ERP: 6 vantagens incríveis

 

Soluções customizáveis para cada necessidade

Nós mencionamos esse aspecto brevemente no início do texto — mas, dada sua importância, vale a pena retornarmos a ele.

Isso porque todo o fluxo de autoatendimento pode ser modificado para atender ao que o seu estabelecimento precisa — incluindo ou retirando passos, perguntas e categorias, por exemplo. Todos os itens, mensagens, preços e fotos são mostrados na tela de acordo com as definições da empresa. Também é possível customizar as fotos ou vídeos da tela inicial, tornando toda a experiência do self-checkout mais atrativa desde o início. 


A implementação e suporte do self-checkout

Antes da implementação, é importante ter em mente que as tecnologias de autoatendimento demandam um investimento inicial — que não costuma ser alto, mas precisa ser planejado. O retorno desse investimento é rápido e o custo-benefício tende a ser vantajoso.

Também é importante pesquisar um fornecedor de confiança. Isso porque a operação de um bom sistema tende a ser mais simples, mais segura e sem imprevistos. Mesmo que o melhor fornecedor custe mais caro, é uma diferença que vale a pena. 

Até porque uma empresa experiente saberá fazer as perguntas necessárias para oferecer um produto mais adequado à sua necessidade — lembrando que as soluções são customizáveis

Além disso, a empresa dará todo o apoio necessário para a adequação do ambiente para um self-checkout, fará a instalação do equipamento sem gerar maiores incômodos e também irá auxiliar no treinamento para os colaboradores. Esse último item, aliás, é muito importante.

Por fim, é necessário fazer atualizações de software e garantir a integridade do equipamento — como acontece com qualquer aparato tecnológico que utilizamos. Caso seja preciso fazer um conserto ou manutenção de rotina, bons fornecedores costumam oferecer acesso fácil às suas equipes de suporte.

Sendo assim, como é possível observar, o autoatendimento com self-checkout é uma solução sem grandes mistérios e que pode trazer diversas vantagens para seu empreendimento, com ótimo custo-benefício. 

 

Posts Recomendados

Nenhum Comentário ainda! Seja o(a) Primeiro(a) a Comentar!!!


Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.