Quando abrir uma filial? 6 indicadores para avaliar o timing

Quando abrir uma filial? 6 indicadores para avaliar o timing

Quando abrir uma filial? A resposta para essa pergunta é extremamente complexa! Trata-se de uma decisão que deve ser tomada analisando diversos aspectos – nem todos monetários.

Todo empreendedor sonha em expandir seu negócio. Mas, nem todos sabem quando abrir uma filial: afinal, qual é o melhor timing para investir no crescimento?

Se você chegou até aqui buscando uma resposta pronta, sentimos muito! Não podemos te dizer algo específico. A única maneira de descobrir se chegou a hora decisiva de abrir sua filial é analisando uma série de indicadores chave do seu negócio.

Acredite: nem todos os dados são financeiros! Há outros, um pouco mais subjetivos, que são essenciais para saber quando abrir uma filial. Confira:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. Lucro líquido
  2. Projeção dos resultados para o próximo ano
  3. Horas de dedicação disponíveis
  4. Verba disponível para contratação de funcionários
  5. Crédito disponível
  6. Dados do mercado

1. Lucro líquido

quando abrir uma filial
Sua filial não vai dar lucro logo de cara. Assim, sua primeira unidade deve apresentar um saldo financeiro positivo antes que você invista em crescimento.

Por mais que o aspecto financeiro não seja o único a ser analisado ao abrir uma filial, ele é, obviamente, muito importante. É uma lógica simples: se a sua matriz não dá lucro, sua marca não está madura o suficiente para ter uma segunda unidade.

Contudo, não basta dar lucro, é preciso analisar o montante. Tenha em mente que boa parte dele (se não ele por inteiro) será comprometido enquanto o saldo financeiro da filial não for positivo. Um sistema de gestão ERP com uma boa ferramenta de controle financeira de ajuda muito nisso!

Se você não está disposto a comprometer recursos desta maneira, repense sua estratégia de expansão. Talvez o modelo de franquia esteja melhor alinhado a seus objetivos.

2. Projeção dos resultados para o próximo ano

quando abrir uma filial
Não basta que o seu negócio seja lucrativo: apenas abra uma filial quando o lucro for consistente.

Não basta que haja lucro, é preciso que ele seja estável: todo empreendedor sabe que novos negócios podem demorar alguns meses até gerar ganhos. Portanto, a projeção dos resultados – da unidade atual e da nova – também devem entrar na conta.

Analise: os números indicam que seu estabelecimento principal continuará gerando os mesmos lucros no ano seguinte? Caso existam indicadores de que a resposta é não, dê um passo para trás e repense a sua estratégia. A escolha equivocada de quando abrir sua filial pode te levar à falência!

A outra opção é ter capital guardado para cobrir o capital de giro do novo estabelecimento por, no mínimo, 3 meses. Deste modo, você evita o endividamento enquanto a filial se consolida.

3. Horas de dedicação disponíveis

quando abrir uma filial
Antes de decidir quando abrir uma filial, esteja pronto para trabalhar bem mais!

Quando você abrir uma filial, a sua nova unidade vai demandar tanta atenção quanto a primeira, se não mais. Ou seja: você vai ter, no mínimo, o dobro do trabalho, pelo menos no início. Portanto, a quantidade de tempo que você tem disponível para se dedicar à empreitada é algo essencial para o seu sucesso.

Assim, se você tem algum colaborador de confiança, que está com você há mais tempo, provavelmente é uma boa ideia deixá-lo encarregado de cuidar das rotinas da sua primeira unidade para que você se dedique totalmente à nova.

Outra boa medida é levar funcionários com esse perfil para treinar a equipe da sua nova unidade. Afinal, ela deve ter o mesmo padrão e qualidade de serviço que a primeira.

Independente da estratégia adotada, se prepare para estar mais ocupado – e mais estressado – durante os primeiros meses de existência da sua filial.

-

4. Verba disponível para contratação de funcionários

quando abrir uma filial
O custo com contratação e treinamento de funcionários é pesado. Verifique se você tem condições de cobri-lo.

A expansão do seu negócio é sinônimo de ter a necessidade de uma equipe maior. Assim, além de gastos com aluguel, reformas e criação do estoque, você precisa ter uma verba separada, especialmente para a contratação de funcionários.

Você também tem que considerar que eles não começarão a produzir imediatamente. Haverá a necessidade de um período de treinamento, para conhecer bem seu negócio, sua proposta e trabalharem conforme estas características.

5. Crédito disponível

quando abrir uma filial
Antes de começar sua expansão, converse com seu banco a respeito de suas chances de crédito.

Como está a sua situação junto ao banco? Por mais que você tenha todos os recursos para expandir seu negócio, ter mais de uma unidade aumenta a sua vulnerabilidade financeira e diminui as suas reservas.

Portanto, vale a pena conferir com o seu gerente: se você pedisse fizesse um pedido de empréstimo ao banco hoje, quais seriam as chances de aprovação? As taxas de juros? As condições de pagamento? O crédito, por mais que seja uma dívida que pode chegar ao longo prazo, pode ser a solução em caso de imprevistos financeiros com potencial para te tirar do mercado.

6. Dados do mercado

quando abrir uma filial
Os negócios vão bem agora, é bom se certificar de que continuarão assim.

A pesquisa de mercado já é menosprezada por muitos empreendedores de primeira viagem. O pouco entendimento do ambiente no qual eles estão inseridos sentencia o negócio à falência antes mesmo de ele começar!

Infelizmente, a pesquisa é ainda mais desvalorizada por empresários já consolidados, que estão em fase de expansão. À primeira vista, o pensamento da maioria deles parece até fazer sentido: se meu negócio já faz sucesso, não preciso estudar o mercado para expandi-lo!

Só que não há nada mais equivocado. Você já parou para pensar que seu empreendimento pode ser muito bem aceito pelo perfil de moradores do bairro que você está agora, mas que a região onde você pretende abrir sua filial pode ter outras preferências? Ou, então, que seu produto era mais uma moda do que algo que de fato caiu no gosto do consumidor de modo permanente?

Sim, essas são algumas das possibilidades que podem acontecer. Só é possível saber quando abrir uma filial depois de estudar exaustivamente a aceitação do seu produto ou serviço no mercado em geral e na região onde você pretende se instalar.

Dica: converse com os seus clientes e tente descobrir de qual bairro/cidade eles vêm. Se você perceber que há muitos de uma região específica, provavelmente há uma oportunidade a explorar!

Decidir quando abrir uma filial só é possível ao analisar os dados do seu negócio!

Cada negócio tem seu perfil particular. Em alguns ramos, as empresas tradicionalmente se tornam rentáveis antes das outras. Leve isso em conta ao traçar sua estratégia de crescimento!

A dica é não ir com muita sede ao pote: por maior que seja a vontade de crescer, saber quando abrir uma filial é importantíssimo para que ela seja um sucesso.


Hoje, você aprendeu a decidir quando abrir uma filial. Continue nos acompanhando para receber mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do empreendedorismo! Em caso de dúvida, fale com a gente pelo contato@cplug.com.br. 😉

Gostou do conteúdo? Então confira esse material exclusivo, com mais dicas fundamentais para encurtar o caminho do seu negócio até o sucesso:

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: