11 ótimas dicas para aumentar a qualidade dos pratos do seu restaurante

11 ótimas dicas para aumentar a qualidade dos pratos do seu restaurante

Com um mercado cada vez mais exigente, ficar atento à qualidade das refeições servidas em seu restaurante é fundamental. Confira algumas dicas para manter um alto padrão em seu estabelecimento.

A qualidade do produto oferecido por um restaurante – ou seja, seus pratos – é o que determina a escolha de um estabelecimento de gastronomia no Brasil. É o que revela um levantamento realizado pelo 3º Fórum Food Service: de acordo com a pesquisa, o produto é o fator mais importante para 36% dos consumidores. A cifra é ligeiramente superior àquela dos consumidores que priorizam o preço (21%) e quase o dobro daqueles que têm o estabelecimento em si como o principal fator de escolha (19%).

A mensagem é clara: seus clientes não querem comer qualquer coisa pelo preço mais baixo possível. O que eles realmente querem é consumir produtos de qualidade! Portanto, é fundamental que você seja rigoroso com isso ao administrar o seu restaurante.

Se você se preocupa com isso, continue lendo! Neste post, você aprende 10 dicas para assegurar a qualidade dos itens do seu restaurante. Confira:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. Use fichas técnicas
  2. Seja rigoroso com fornecedores
  3. Faça a manutenção preventiva de todos os equipamentos
  4. Siga rigorosamente as normas de higiene
  5. Não reduza as porções
  6. Calcule os preços do modo correto
  7. Tome cuidado com o seu estoque
  8. Documente os processos
  9. Fique atento às tendências
  10. Aja sempre conforme o posicionamento de mercado do seu negócio
  11. Invista em um sistema para restaurante

1. Use fichas técnicas

Cozinhar no olhômetro é algo que só funciona quando você está em casa. Afinal, preparar alimentos para serem servidos no restaurante é muito diferente!

É preciso que, todas as vezes que um cliente pedir um prato, sua qualidade, sabor e aspecto sejam padronizados. Além disso, há a questão da rentabilidade: um restaurante é um negócio como qualquer outro, assim, tem que dar lucro.

Felizmente, há um documento que resolve a sua vida em ambas as frentes: a ficha técnica. Trata-se de uma documentação de suas receitas, que deve ser seguida à risca por quem for responsável por prepará-las. Se você ainda não a utiliza, comece agora mesmo!

2. Seja rigoroso com fornecedores

Sem insumos de qualidade, seu restaurante simplesmente será incapaz de oferecer pratos saborosos. Simples assim.

Por conta disso, estes estabelecimentos devem ser especialmente rigorosos com seus fornecedores.

É preciso monitorar constantemente a qualidade das entregas, e cobrar o parceiro caso elas fiquem aquém do desejado.

Se o nível dos insumos recebidos ficar reiteradamente abaixo do desejado, vale a pena considerar romper os laços com o fornecedor. Afinal, dependendo do problema, não é só a qualidade que fica em risco, como, também, a segurança alimentar. Portanto, fique atento!

3. Faça a manutenção preventiva de todos os equipamentos

qualidade em restaurantes
O bom funcionamento dos equipamentos da cozinha é fundamental para que o seu restaurante ofereça pratos de qualidade.

Muitos proprietários de restaurantes não dão a devida importância à manutenção preventiva de equipamentos como geladeiras, fogões e fritadeiras.

Acredite: ela é muito mais importante do que você imagina! Além da questão financeira (itens com problemas podem gastar mais água, gás e eletricidade do que o normal), a qualidade dos pratos também fica em jogo.

Afinal, um forno que não consegue manter uma temperatura estável pode prejudicar o preparo de alimentos. Do mesmo modo, um freezer que congela muito facilmente pode prejudicar a conservação das matérias-primas. E a lista segue!

4. Siga rigorosamente as normas de higiene

qualidade em restaurantes
Apesar de fiscalizações e advertências, restaurantes ainda falham no cumprimento das normas de higiene.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece uma série de regras de manipulação de alimentos e higienização de restaurantes. Não é preciso nem dizer que, para que a qualidade dos seus pratos se mantenha, é fundamental segui-la, não é?

Infelizmente, muitos empreendedores ainda menosprezam a importância das regulamentações. Uma pesquisa com estabelecimentos de 26 estados, coordenada pela Anvisa e pelo Ministério da Saúde, revelou que apenas 38% dos estabelecimentos que servem refeições seguem à risca as orientações de órgãos públicos quanto à manipulação de alimentos e higiene.

Não se enquadre nesta estatística: se um cliente passar mal, ele não volta nunca mais. Além disso, há o risco de ações judiciais e de prejuízo à reputação do seu estabelecimento. Fuja!

5. Não reduza as porções

Com a crise, muitos proprietários de bares e restaurantes se viram às voltas com contas que não fechavam. Os grandes vilões foram a alta no preço dos alimentos, que pressionou os custos, e o aumento do desemprego, que encurtou o orçamento das pessoas, encorajou-as a cozinhar em casa e reduziu a receita dos restaurantes.

A saída adotada por muitos foi bem intencionada, mas, infelizmente, equivocada: reduzir o tamanho das porções, mas manter os preços nos mesmos níveis.

Acredite: isto é um tiro no pé. Os clientes não apenas notam que as porções encolherem, como, também, podem procurar outro estabelecimento com quantidades mais generosas.

Portanto, resista a este impulso! Vale mais a pena amargar uma margem de lucro menor ou, em último caso, aumentar um pouco o valor cobrado, mas manter a qualidade e a quantidade. Este diferencial fará com que você não perca a sua clientela.

6. Calcule os preços do modo correto

qualidade em restaurantes
O cálculo correto dos preços do seu restaurante garante que você terá recursos suficientes para reinvestir no negócio.

Comida de qualidade não custa uma fortuna, mas é, certamente, mais cara do que uma refeição preparada de qualquer jeito.

Ou seja: para poder investir em boas matérias-primas, equipamentos de qualidade e cozinheiros talentosos e qualificados, você precisa fazer uma gestão impecável do dinheiro do seu estabelecimento. Do contrário, a conta não fecha! Consequentemente, você pode ter que abrir mão de insumos de primeira e de uma equipe mais qualificada.

A boa notícia é que calcular o preço dos pratos corretamente já é meio caminho andado. Esta é a melhor maneira de assegurar a rentabilidade do seu estabelecimento, enquanto cobra preços justos. Acredite: a excelente relação custo-benefício não vai passar despercebida por seus clientes!

Gostando do conteúdo? Então confira este material, gratuito e exclusivo, com mais dicas preciosas para que o seu restaurante se torne um sucesso:

7. Tome cuidado com o seu estoque

Não basta comprar os melhores insumos de fornecedores de confiança: é preciso armazená-los com cuidado. Isso significa que seu estoque deve ser mantido em um local livre de radiação solar, mofo, bolor ou umidade. O motivo? Estes são elementos que podem contaminar seus insumos, tornando-os impróprios para o consumo.

Também é preciso ficar atento à temperatura ideal para a conservação de cada produto: ele deve ficar em temperatura ambiente, refrigerado ou congelado? Não se esqueça de averiguar!

Por fim, caso os seus insumos já venham embalados, mantenha-os nos pacotes originais. Eles são desenhados justamente para conservar o item da melhor maneira possível.

8. Documente os processos

qualidade em restaurantes
Documentar processos reduz a chance de erros que comprometem a qualidade da comida servida em seu estabelecimento.

Por mais que documentar as receitas seja importante para manter a qualidade da comida alta, o ideal é que você faça o mesmo com todos os processos do seu restaurante.

Por exemplo: quais são os procedimentos que os funcionários devem seguir na abertura do estabelecimento? É interessante fazer uma checklist com eles. Deste modo, a equipe evita esquecimentos e faz tudo com calma – inclusive o pré-preparo dos pratos. É mais uma arma a favor da alta qualidade!

9. Fique atento às tendências

qualidade em restaurantes
Por mais que a comida vegana e saudável seja uma tendência agora, o mercado gastronômico é dinâmico e muda constantemente.

O meio gastronômico é extremamente dinâmico. As preferências do mercado mudam a todo momento, e cabe ao empreendedor ficar atento a elas e trazê-las a seu estabelecimento.

Tenha em mente que, quando você supre as necessidades e desejos do consumidor, a percepção da qualidade do seu estabelecimento melhora. Por exemplo: atualmente, os especialistas apostam nos segmentos de comida saudável e vegana, bem como no delivery. São tendências que, sem dúvida, merecem sua atenção!

10. Aja sempre conforme o posicionamento de mercado do seu negócio

Todo estabelecimento tem uma identidade, uma razão de ser. Enquanto alguns são especializados em uma cozinha específica, outros marcam seu território com um valor mais em conta. Outros, ainda, se destacam com uma carta de vinhos mais robusta, e assim em diante.

É imprescindível que o seu estabelecimento se posicione com um diferencial em algum aspecto. Além disso, o negócio deve sempre se manter fiel a ele.

Por exemplo: se a ideia por trás do seu estabelecimento é ser econômico, um prato com filé mignon, ou uma carta de vinhos cara e refinada não vai impressionar em nada o seu público. Estes fatores destoantes só vão te trazer prejuízo – e prejudicar a percepção da qualidade que o seu público tem do estabelecimento.

11. Invista em um sistema para restaurante

qualidade em restaurantes
O sistema ConnectPlug é a solução mais completa do mercado para o seu restaurante.

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que o proprietário de um restaurante precisa, muitas vezes, agir como um verdadeiro malabarista. Afinal de contas, é muita coisa para tomar conta!

Felizmente, a tecnologia facilita muito a vida do empreendedor. Investir em um sistema para restaurante facilita muito a vida dele! É possível controlar o estoque, armazenar documentos importantes para a qualidade – como ordens de serviço e fichas técnicas – e analisar números atrelados à qualidade do restaurante, como a frequência em que seus clientes te visitam.

Não perca a oportunidade de contar com a solução mais completa do mercado em seu restaurante! O sistema ConnectPlug permite que você controle delivery, atendimento a mesas, estoque, ordens de serviço e muito mais. Cadastre-se em nosso site e comece já seu teste de 15 dias grátis!

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: