Moda plus size: 11 dicas para quem quer investir no próspero segmento

Moda plus size: 11 dicas para quem quer investir no próspero segmento

Abrir uma loja de moda plus size é alternativa para quem pretende investir em segmento com potencial de crescimento. Confira dicas para prosperar neste mercado.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2016, 53,8% dos brasileiros estava acima do peso. Isto significa um crescimento de 26,3% em um intervalo de dez anos, de 2006 a 2016.

Paradoxalmente, é muito difícil que lojas de roupas ofereçam peças acima dos tamanhos 42 ou 44. O resultado? Uma fatia considerável da população brasileira não é atendida pela indústria da moda atual. Isto significa que há um mercado consumidor enorme e pouco atendido pelos estabelecimentos existentes.

Assim, se você tem o sonho de ser empreendedor, esta é uma excelente oportunidade para começar um negócio próspero. Neste post, você aprende qual é o seu cenário atual e confere algumas dicas para abrir sua loja de roupas plus size e fazer o negócio vingar. Boa leitura e ótimos negócios!

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. Livre-se de preconceitos
  2. Defina o perfil do seu negócio
  3. Monte seu mix de produtos com atenção
  4. Conte com os melhores fornecedores
  5. Fique atento às últimas tendências da moda
  6. Não deixe de atender aos segmentos mais deficitários
  7. Eles também querem roupas bonitas em tamanhos grandes
  8. Não sabe muito sobre o ramo? Conte com um sócio que sabe
  9. Profissionalismo é regra
  10. Já tem uma loja? Diversifique os produtos!
  11. Conte com um sistema para loja de roupas

Qual é o mercado para lojas de moda plus size?

Países como Estados Unidos contam com um segmento plus size próspero e consolidado. Por aqui, o cenário é o oposto: há poucas confecções que trabalham no ramo, e, consequentemente, as lojas especializadas são raras.

Mesmo com as condições desfavoráveis – e na contramão da crise -, a moda em tamanhos grandes floresce e conquista seu espaço no Brasil. As estatísticas sobre a produção de peças o comprovam: de acordo com a IEMI – Inteligência de Mercado, a produção de peças tamanho GG aumentou 2,9% só em 2016. No mesmo período, o segmento de vestuário adulto em geral viu sua taxa cair 1,9%.

Quanto ao faturamento, a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest) aponta que ele fica na casa dos R$ 5 bilhões, movimentados por cerca de 300 lojas físicas de 60 eCommerces. Tentador, não é?

Por incrível que pareça, os números poderiam ser muito melhores: bastaria que houvesse mais estabelecimentos especializados. No caso das roupas femininas, apenas um terço das indústrias têxteis fabricam peças em tamanhos grandes.

Ou seja: o potencial é grande. Você só tem que saber como aproveitá-lo!

Como abrir uma loja de roupas plus size de sucesso?

Abrir uma loja de roupas plus size envolve os mesmos cuidados de começar qualquer outro negócio: conseguir capital de giro, contar com uma reserva financeira, contratar um contador de confiança, escolher um ponto estratégico, contratar uma equipe de vendedores qualificada, etc.

Porém, um mercado emergente como o plus size exige alguns cuidados especiais. Confira nossas dicas para você se dar bem no segmento:

1. Livre-se de preconceitos

moda plus size
Se você abre uma loja de moda plus size sem acreditar que pessoas acima do peso querem se vestir bem, você não vai acreditar no propósito do seu negócio.

Há quem pense que pessoas acima do peso não são vaidosas, portanto, não gastam dinheiro com roupas, cosméticos ou outros produtos relacionados à vaidade. Mas os números do mercado plus size estão aí para provar justamente o contrário!

Portanto, antes de pensar sobre o seu negócio, você deve se livrar deste preconceito. Pessoas acima do peso querem se vestir bem e estão dispostas a gastar dinheiro com isso: isto é o que importa.

2. Defina o perfil do seu negócio

Atualmente, a maior parte das lojas de roupas plus size foca em um público premium, com condições de pagar um preço bem acima da média por uma peça. Você pode seguir esta linha e abrir um estabelecimento que será uma boutique, com itens das melhores marcas e atendimento personalizado.

Contudo, esta não é a única opção existente. Você também pode investir em uma loja popular, com peças mais baratas. Neste caso, o funcionamento do seu estabelecimento deve ser diferente.

3. Monte o seu mix de produtos com atenção

moda plus size
Como há poucos fornecedores, a montagem do mix de produtos levará mais tempo.

Foi-se o tempo no qual pessoas acima do peso se contentavam em usar calças e camisetas largas. Hoje, todos querem se sentir – e se vestir – bem, tenham o corpo que tenham.

Isto é algo a se levar em consideração na hora de elaborar o seu mix de produtos. Não revenda apenas itens básicos: seus clientes querem roupas da moda, confortáveis e que valorizem o seu corpo.

4. Conte com os melhores fornecedores

Uma das maiores dificuldades enfrentadas por empreendedores do segmento plus size é encontrar fornecedores. Como mencionamos, são poucas as indústrias têxteis trabalham com o segmento.

Acontece que a escassez não pode ser usada como desculpa para oferecer itens de baixa qualidade. Você deve se lembrar que o público plus size também é exigente e não vai aceitar qualquer coisa. As peças devem ser de qualidade!

Portanto, invista bastante tempo em pesquisas e na busca por recomendações. O esforço vai valer a pena!

5. Fique atento às últimas tendências da moda

Todo proprietário de uma loja de artigos de moda tem que ficar atento às últimas novidades da moda, estudando catálogos, comparecendo a eventos ou, simplesmente, acompanhando blogs.

No caso do segmento plus size, em franco crescimento, também pode haver novos players no mercado a qualquer momento. Fique atento a eles: pode ser que um deles se torne um fornecedor estratégico!

kit
Gostando do conteúdo? Então confira este kit, gratuito e exclusivo, com mais dicas para o seu negócio ser um sucesso!

6. Não deixe de atender aos segmentos mais deficitários

Apesar de cada vez mais empresas investirem na moda plus size, os investimentos são praticamente apenas sobre roupas do dia-a-dia. São poucas as lojas que pensam em itens como moda fitness, roupa de banho ou lingerie.

Assim, se você realmente quiser se diferenciar perante os seus clientes, não se esqueça de atender a estas necessidades mais deficitárias. O retorno virá!

7. Eles também querem roupas bonitas em tamanhos grandes

moda plus size
Os homens também querem se vestir bem – inclusive os que estão acima do peso.

A maioria dos empreendedores associa o ramos da moda plus size imediatamente às mulheres. Entretanto, elas não são as únicas dispostas a gastar dinheiro para se vestir bem: os homens também querem roupas em tamanhos grandes!

Na verdade, o Ministério da Saúde aponta que o sobrepeso é maior entre eles: de acordo com a pasta, 57,7% dos homens brasileiros se enquadram nesta categoria. Assim, você pode tanto investir em uma loja totalmente masculina quanto em um estabelecimento misto, que venda roupas tanto para homens quanto para mulheres.

8. Não sabe muito sobre o ramo? Conte com um sócio que sabe

Não resta dúvida: os melhores empreendedores são ávidos estudiosos do mercado no qual atuam. Portanto, é importante que você invista em um negócio com o qual tem um mínimo de afinidade.

Assim, se você não sabe muito sobre moda, é interessante que o negócio seja aberto em parceria com um sócio que saiba. Deste modo, ele pode cuidar de tarefas críticas, como a montagem do mix de produtos, a contratação de vendedores e o marketing. Você pode cuidar de tarefas administrativas, como folha de pagamento e gestão financeira. O importante é que suas habilidades se complementem!

9. Profissionalismo é regra

moda plus size
Seus clientes estão dispostos a gastar para se sentir bem. Isto é tudo o que importa para o seu negócio.

Como mencionamos anteriormente, ainda há muitas pessoas que acreditam que quem está acima do peso não é vaidoso. Só que este é o tipo de pessoa que você não quer ter trabalhando para você! Na hora de contratar vendedores, é importante deixar claro que o profissionalismo será exigido de todos e que os clientes devem ser tratados como reis, como em qualquer outro negócio.

Ao mesmo tempo, é importante não fazer nada no improviso. Redes sociais, promoções e divulgações devem ser realizados por prestadores de serviços especializados. Seu público verá a diferença e se sentirá mais inclinado a visitar a sua loja!

10. Já tem uma loja? Diversifique os produtos!

Se você já tem uma loja de roupas, que tal diversificar seu mix de produtos e incluir mercadorias em tamanhos grandes? É uma excelente oportunidade para ver se o segmento realmente é o que você procura em termos de negócios. Com o tempo, você pode abrir uma loja especializada.

11. Conte com um sistema para loja de roupas

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de ter um sistema para loja de roupas para te ajudar a administrar o negócio!  A solução economiza tempo e dinheiro, permitindo que você analise os indicadores do seu negócio de uma maneira rápida e objetiva, tornando a gestão mais estratégica.

O sistema ConnectPlug tem a melhor relação custo-benefício do mercado, com ferramentas que o tornam perfeito para qualquer estabelecimento de moda. Comece seu teste de 15 dias grátis e veja por você!

 

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: