Marketing de relacionamento para pequenas empresas: como fazer?

Marketing de relacionamento para pequenas empresas: como fazer?

O marketing de relacionamento é uma estratégia que ajuda pequenas empresas a superar o principal obstáculo a seu crescimento: a falta de clientes. Aprender a atrair e fidelizar o público é fundamental!

Empreendedores de sucesso têm algo em comum: eles já notaram a tendência de que os clientes já não são mais meros clientes, mas o  principal ativo de qualquer negócio! Portanto, investir no relacionamento com eles é fundamental.

Só que é preciso fazer mais do que meramente convencê-los a comprar com você. Clientes satisfeitos podem se transformar em embaixadores da sua marca, divulgando-o de forma espontânea. Afinal, quem nunca pediu indicação a um parente ou amigo antes de comprar alguma coisa?

É daí que vem o valor do marketing de relacionamento, estratégia que, quando feita corretamente, traz resultados incríveis a seu negócio – independentemente do porte.

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

O que é marketing de relacionamento?

marketing de relacionamento para pequenas empresas
O marketing de relacionamento nasce nas pequenas coisas, como o trato com o cliente.

O marketing de relacionamento consiste em uma série de ações promocionais que visam estreitar o relacionamento com o seu cliente. Isso pode acontecer por meio de brindes, envio de mensagens ou o próprio contato que você tem com ele quando ele visita o seu estabelecimento. Basicamente, você deve centrar seus esforços em transformá-los em verdadeiros fãs!

Parece algo exclusivo de empresas grandes? Mais devagar! Tamanho não é documento: fazer marketing de relacionamento para pequenas empresas é, sim, possível – além de muito mais barato que outras estratégias de retenção de clientes.

Mas o marketing de relacionamento não era só para grandes empresas?

Muitos empresários pensam que o marketing é algo que foge à alçada das pequenas empresas. Na cabeça deles, essas organizações não dispõem de grandes orçamentos, o que inviabiliza qualquer projeto do tipo.

Só que isto não está nem perto de ser verdade! Na realidade, o investimento no relacionamento com o cliente demanda um orçamento muito mais baixo que formas tradicionais de divulgação.

Por exemplo: quanto você pagaria em um comercial de TV, ou em um outdoor em uma via importante da sua cidade? Com certeza, muito mais do que você precisa para investir no relacionamento com o cliente!

Além disso, essas estratégias de marketing convencional não têm um retorno tão provável quando o do marketing de relacionamento. Quem garante que quem vai ver o comercial ou o outdoor será o seu público de fato e não pessoas que não se interessam pelo seu produto?

Está claro que o relacionamento é uma excelente forma de marketing para pequenas empresas, não é? A outra boa notícia é que torná-lo realidade é muito mais simples do que você imagina.

Como fazer marketing de relacionamento para pequenas empresas?

marketing de relacionamento para pequenas empresas
É impossível pensar em marketing de relacionamento sem ter presença digital.

O marketing de relacionamento não é uma ciência exata: há diversas maneiras de fazê-lo acontecer. Qual é a melhor para o seu negócio? Só você tem a resposta! Isso varia muito conforme o perfil da sua empresa.

Antes de tudo, é importante que você tenha uma coisa em mente: o marketing de relacionamento para pequenas empresas nasce das pequenas coisas.

Por exemplo: se você tem uma loja cujo público-alvo são jovens, o atendimento não pode acontecer da mesma forma que em um restaurante de alta gastronomia, por exemplo. Além disso, enquanto que, no primeiro caso, o WhatsApp pode ser um meio de comunicação poderoso, no segundo o e-mail provavelmente é mais apropriado.

Confira algumas ideais simples, mas geniais, que vão te trazer muito resultado:

  • Cadastro de clientes: essa é a base do marketing de relacionamento para pequenas empresas. Afinal, pra se relacionar com o público, você deve poder contactá-lo! Para conseguir isso, ofereça as tradicionais fichas na hora de pagar. Você deve oferecer algo em troca, como ficar sabendo de promoções e descontos antes de quem não tem cadastro.

  • Datas especiais: aproveite datas como as festas de fim de ano, Páscoa e aniversários (principalmente estes) para estreitar o relacionamento com os clientes. Mande e-mails ou mensagens para mostrar que você se lembrou dele! Convide-o para te visitar, oferecendo descontos ou brindes exclusivos.

  • Atendimento: em uma época na qual é imprescindível encantar os clientes, ressaltamos a importância de ter uma equipe motivada e bem treinada em seu estabelecimento. A forma na qual ela interage com os clientes deve ser alinhada à proposta do negócio: se ele for informal, o trato deve seguir essa linha. Se não for o caso, a formalidade deve ser a regra número 1.

  • Presença digital: hoje é impossível fugir dela, e o marketing de relacionamento para pequenas empresas não é exceção! Crie uma presença online que seja a cara do seu estabelecimento, interaja com clientes e público em potencial e faça com que eles mesmos te divulguem. Lembre-se: ter clientes já não é o suficiente. Hoje, você tem que ter fãs!

-

Tenho um restaurante, o marketing de relacionamento serve para mim também?

Com certeza! Um erro que muitos empreendedores cometem é pensar que o marketing de relacionamento só se aplica a varejo. Não é assim!

Veja o exemplo das datas especiais. Que tal se, quando for o aniversário do seu cliente, você convidá-lo para almoçar com você, com um vinho ou sobremesa por conta da casa? Pode parecer pouco, mas acredite, ele vai notar o trato e a atenção especiais que você deu!

O atendimento é outro claro exemplo de como é possível fazer marketing de relacionamento para pequenas empresas em seu restaurante. Basta treinar e orientar sua equipe a respeito da proposta do negócio!

De quais ferramentas eu preciso para fazer marketing de relacionamento em meu pequeno negócio?

marketing de relacionamento para pequenas empresas
Existem várias ferramentas para fazer marketing de relacionamento para pequenas empresas. Cabe a você definir quais são as mais apropriadas, baseado nos interesses do seu público.

Sabemos que pequenos empresários nem sempre têm uma grande quantidade de verba disponível para ações de marketing. Felizmente, há uma série de ferramentas de baixíssimo custo – ou, até mesmo, gratuitas – para te ajudar nisso. Confira:

  • WhatsApp: sim! Esse aplicativo, indispensável no dia a dia, pode ser seu parceiro no relacionamento com os clientes. Use-o para entrar em contato com seu público, chamá-lo para o estabelecimento e divulgar promoções. Mas não abuse! Caso o cliente não demonstre interesse, não vale a pena insistir. Você jamais deve ser invasivo!

  • E-mail: você acha que o e-mail morreu? Então responda: quantas vezes por dia você checa o seu? Assim como o WhatsApp, o e-mail é uma forma de contato mais próximo com o cliente, que só tem vantagens – e é grátis! Novamente, o bom senso é chave: o cliente que não demonstra interesse não deve estar em sua base de contatos.

  • Redes sociais: lembra da presença digital? É impossível pensar nelas sem redes sociais! Por mais que elas sejam grátis, é importante investir em posts impulsionados, em todas elas. Do contrário, sua mensagem não vai chegar a lugar nenhum!

  • Sistema ERP: o ERP já é obrigatório para uma boa gestão. Acontece que ele pode ser uma mão na roda na hora de criar estratégias de marketing de relacionamento para pequenas empresas! Ele te permite identificar os produtos mais vendidos e os clientes mais assíduos. Prefira aqueles que, além disso oferecem a funcionalidade de cadastro de clientes!

  • Brindes: pequenos mimos para seus clientes são tiro e queda para torná-los fãs. Por exemplo: em inaugurações de lojas, é costume oferecer pequenos brindes, como chaveiros e taças personalizadas.

  • Identidade visual: o marketing de relacionamento faz com que você seja reconhecido. Para que isso funcione, é fundamental que o seu estabelecimento tenha uma identidade visual que permita o seu reconhecimento de longe. Invista no trabalho de um bom designer e colha os frutos!

  • Programas de fidelidade: eles são velhos conhecidos de quem tem cartão de crédito e/ou viaja com frequência. Use todas as ferramentas acima para criar o seu próprio! Por exemplo: se você tem um restaurante, ofereça algo a quem é assíduo. Por exemplo: a cada 10 refeições, você pode oferecer algo como uma bebida ou sobremesa.


Hoje, você aprendeu sobre o marketing de relacionamento para pequenas empresas. Continue nos acompanhando para receber mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do empreendedorismo! Em caso de dúvida, fale com a gente pelo contato@cplug.com.br. 😉

Gostou do conteúdo? Então confira esse material exclusivo, com mais dicas fundamentais para encurtar o caminho do seu negócio até o sucesso:

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: