8 provas da importância do contador nas pequenas empresas

8 provas da importância do contador nas pequenas empresas

A importância do contador nas pequenas empresas é enorme, e começa antes mesmo de ela iniciar as atividades. O profissional é fundamental para orientar o crescimento do negócio.

Uma contabilidade organizada, planejada e documentada faz muito mais do que simplesmente manter sua empresa dentro da lei: ela possibilita que você planeje um crescimento sustentável para o negócio. Está claro que a importância do contador nas pequenas empresas é enorme!

Se você o vê apenas como um profissional que evita problemas com o fisco, pense de novo! Esse profissional tem um olho crítico para problemas de ordem financeira e tributária, te dando todo o suporte necessário para vencer o desafio de se consolidar como empreendedor.

A atuação desse profissional é ainda mais importante caso você esteja dando os primeiros passos no mundo do empreendedorismo: entre tantas informações específicas e letras miúdas, fica fácil se perder!

Aqui, enumeramos 6 funções que comprovam a importância do contador nas pequenas empresas, sem deixar margem para dúvidas! Confira:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

  1. O contador te orienta na abertura e formalização do negócio
  2. Ele conhece todos os tipos de sociedade e te ajuda a escolher o melhor
  3. Ele te ajuda a encontrar o melhor regime tributário para o seu negócio
  4. O contador é importante para que você pague menos imposto
  5. Ele pode detectar gargalos financeiros
  6. O contador te ajuda a comprovar o cumprimento de obrigações trabalhistas
  7. Ele te ajuda a aumentar seus lucros
  8. Ele te ajuda a manter a escrituração fiscal em dia

1.   O contador te orienta na abertura e formalização do negócio

importancia do contador
Há uma série de passos a se tomar antes de inaugurar oficialmente seu negócio. Um contador pode te ajudar com isso.

A importância do contador nas pequenas empresas começa antes mesmo do início das operações! No Brasil, o empreendedor precisa cumprir vários passos para formalizar o negócio. Ou seja: se fazendo tudo certo a abertura já é demorada, imagine se você cometer algum erro no meio do caminho!

Felizmente, uma consulta com um profissional pode resolver o problema. O contador vai te indicar exatamente o caminho a ser seguido, os documentos que você precisa arranjar, quais firmas devem ser reconhecidas, entre outras coisas.

2. Ele conhece todos os tipos de sociedade e te ajuda a escolher o melhor

importancia do contador
Se você tem um sócio, o contador te ajuda a formalizar a parceria da melhor maneira para vocês e para o negócio.

Muitos empreendedores, principalmente os que dão os primeiros passos em seus negócios próprios, preferem compartilhar a responsabilidade e as decisões com um sócio. Não é à toa: conduzir um estabelecimento dá trabalho!

Se você optar por esse caminho, é imprescindível colocar a parceria no papel. Entretanto, não é tão simples quando parece: existem 9 tipos de sociedade no Brasil, cada qual com suas particularidades.

Tenha em mente de que isso afeta diretamente a forma como você trabalhará. Assim, não escolha sem analisar! Cada tipo societário tem regras quanto aos bens que podem ser executados em caso de dívida, capital social, sócios de trabalho, etc.

Do mesmo modo, é possível empreender seus sócios: basta se formalizar como MEI, EIRELI ou EI. Cada opção tem suas particularidades, prós e contras!

Portanto, a melhor opção é ter a assessoria de um bom contador para te ajudar na escolha. Este profissional conhece os tipos de sociedade e te ajuda a escolher o melhor, conforme as preferências dos proprietários.

3.   Ele te ajuda a encontrar o melhor regime tributário para o seu negócio

Micro ou pequena empresa? Supersimples ou Simples Nacional? E as faixas de transição?

Não, os regimes tributários não são todos iguais! Para saber em qual deles seu negócio se enquadra, há uma série de fatores a se considerar: rendimento, porte e área de atuação são apenas alguns deles.

Lembre-se: escolher o regime errado não apenas faz com que você pague imposto demais, como, também, pode gerar problemas com a Receita, como acusações de caixa 2 e outras estratégias de sonegação fiscal.

Parte da importância do contador nas pequenas empresas é que ele atua estudando as variáveis relacionadas à escolha do regime ideal. Trata-se de algo especialmente importante para negócios de menor porte: micro e pequenas empresas têm direito a uma série de vantagens tributárias. Um profissional de contabilidade de confiança fará com você usufrua ao máximo delas!

-

4.   O contador é importante para que você pague menos imposto

A escolha de um regime tributário adequado ao negócio é apenas uma parte da otimização do pagamento de impostos. Há outras formas perfeitamente legais de diminuir suas obrigações com o leão, sem correr o risco de cair em sonegação fiscal.

Alguns exemplos de fatores que garantem impostos mais baixos são isenções fiscais, separação de divisões da empresa como pessoas jurídicas diferentes e doações a certas iniciativas e instituições sociais. Por exemplo: você sabia que há situações na quais o Simples Nacional simplesmente não vale a pena? Ou, ainda, que certas despesas podem render abatimentos no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPJ)? Um contador pode te orientar a respeito disso, evitando que você pague mais imposto à toa.

Também sabemos que as finanças de estabelecimentos menores tendem a ser mais sensíveis a imprevistos, como mudanças nos tributos a ser pagos. Portanto, converse com seu contador e estudem possibilidades para diminuir a alíquota do negócio!

5.   Ele pode detectar gargalos financeiros

importancia do contador
O contador é fundamental para que você exerça um bom controle financeiro sobre o seu negócio.

As vendas estão excelentes, mas isto não tem nenhum reflexo no lucro? Seu negócio tem cada vez mais clientes, mas você tem dificuldade para honrar os pagamentos a fornecedores em dia? Situações como essas geralmente indicam a existência de um gargalo financeiro em seu negócio.

Em bom português, isso significa que alguma área está drenando uma quantidade significativa de recursos, que poderiam ser reinvestidos no crescimento do negócio ou, até mesmo, gerando mais lucros.

Não se engane: não é porque seu negócio é pequeno que você pode dar conta de tudo sozinho! A importância do contador nas pequenas empresas, nesse caso, está em seu capacidade de não apenas encontrar inconsistências e problemas, mas, também, propor soluções para elas.

6.   O contador te ajuda a comprovar o cumprimento de obrigações trabalhistas

Ações trabalhistas podem causar um verdadeiro rombo nas contas do seu negócio. Entre honorários de advogados, horas de trabalho perdidas e eventuais indenizações, a conta pode vir bem alta!

Isto merece ainda mais atenção em empresas de menor porte. Mais sensível, seu orçamento pode ser fortemente afetado por mudanças bruscas. Todo cuidado é pouco!

Portanto, não basta fazer a gestão de recursos humanos conforme a lei. É essencial que seja possível comprovar a conformidade! O contador é essencial para isto: ao manter a escrituração contábil organizada e completa, é possível comprova facilmente que os encargos trabalhistas estão quitados e que a empresa está conforme a lei.

7.   Ele te ajuda a aumentar seus lucros

importancia do contador
Uma escrituração contábil em dia reduz a carga tributária sobre o seu negócio.

Você sabia que se a sua empresa mantém a escrituração contábil em dia a distribuição dos lucros fica isenta de imposto de renda?

Sim! Isso significa mais dinheiro no seu bolso – e no de seus sócios – e, consequentemente, menos stress e mais serenidade para tocar a gestão do seu negócio. Um contador de confiança resolve isso para você!

8. Ele te ajuda a manter a escrituração fiscal em dia

importancia do contador
É fundamental ter um contador para manter os registros em dia.

A escrituração fiscal é o registro do cumprimento de todas as obrigações fiscais do negócio. Ela é transmitida à Receita, que, por sua vez, analisa os dados.

Parece simples? Só parece! Afinal, no Brasil, quando se trata de impostos, tudo é complexo. Uma vez que cada entrada de mercadorias ou dinheiro no negócio está atrelada a uma obrigação fiscal diferente, é preciso saber qual tributo cabe a cada uma delas.

Não é fácil! Se você optar por arriscar, fizer tudo sozinho, errar e a Receita descobrir, você receberá uma sanção – provavelmente uma multa. Não importa se não era a sua intenção: as consequências vêm de qualquer jeito!

Portanto, é melhor que você deixe essa tarefa nas mãos de quem entende: o contador. Ele saberá qual imposto corresponde a cada entrada, mantendo seu negócio em dia com as obrigações e evitando muita dor de cabeça. Afinal, por mais que a escrituração fiscal digital tenha deixado o processo mais fácil, os princípios tributários continuam complexos.

Reconhecer a importância do contador nas pequenas empresas é primeiro passo para um negócio de sucesso!

Dá pra ver que a importância do contador nas pequenas empresas é tremenda, não? Justamente por isso, pesquise muito antes de confiar em um profissional para cuidar do patrimônio do seu negócio.

Ele terá acesso a informações importantes do seu negócio, além de tomar decisões de peso pelo estabelecimento. Deste modo, é vital que ele atue conforme todos os preceitos éticos da profissão e a lei.


Hoje, você aprendeu sobre a importância do contador nas pequenas empresas. Continue nos acompanhando para receber mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do empreendedorismo! Em caso de dúvida, fale com a gente pelo contato@cplug.com.br. 😉

kit

One Reply to “8 provas da importância do contador nas pequenas empresas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: