5 maneiras de trazer criatividade e inovação a seu pequeno negócio

5 maneiras de trazer criatividade e inovação a seu pequeno negócio

Investimentos em criatividade e inovação também estão ao alcance de pequenas empresas. A adoção de medidas simples pode revolucionar um negócio.

Inovar é coisa de multinacional. Certo? Errado!

Em um ambiente competitivo, no qual é cada vez mais difícil ser notado pelo consumidor, a criatividade e inovação nas empresas pequenas se faz cada vez mais necessária. Ela é, agora mais do que nunca, uma questão de sobrevivência: quem se deixa levar pela maré, se afoga!

Hoje é o dia da criatividade, e é a data perfeita para começar a pensar fora da caixa! Neste post, você aprende os conceitos de criatividade e inovação, 5 formas de colocá-los em prática e em quem se espelhar para inspiração. Confira:

Clique para ir direto ao assunto que te interessa:

Qual é a diferença entre criatividade e inovação?

criatividade e inovacao
Pode-se dizer que a criatividade é o que impulsiona a inovação.

Os conceitos de criatividade e inovação são, de fato, muito próximos. Mas isso não significa que sejam iguais! Veja só:

  • A criatividade é a habilidade de uma pessoa, ou seu potencial, de criar algo. Geralmente, é usada em situações nas quais falta algum elemento e uma substituição é necessária.

  • A Inovação é a consequência da criatividade. É a capacidade de usar o pensamento criativo para criar algo novo, ou mudar a forma como alguma coisa é feita. Por exemplo: você conhece os famosos cookies, típicos da culinária americana? Eles nasceram quando uma receita com substituição de ingredientes deu errado. A cozinheira foi criativa e acabou inovando.

Por que investir em criatividade e inovação nas empresas?

O empreendedorismo está crescendo no Brasil. É inegável, afinal, os números não mentem!

Só que, por mais que o nosso país seja reconhecido por sua veia empreendedora, os números de abertura de empresas não estão crescendo por um motivo tão nobre: a razão por trás disso é o aumento do desemprego.

O que isso tem a ver? Simples: cresce o empreendedorismo por necessidade. São pessoas que, à margem do mercado de trabalho, precisam arregaçar as mangas e fazer acontecer para ter uma fonte de sustento. Deste modo, a concorrência está cada vez mais acirrada.

Em meio a este cenário, a criatividade e a inovação nas empresas passa a ser ainda mais necessária. Sair do lugar sempre é preciso, mas, na atual conjuntura, é questão de sobrevivência!

Como posso trazer criatividade e inovação a meu pequeno negócio?

criatividade e inovacao
Inovar nem sempre é sinônimo de revolucionar.

Criatividade e inovação não significam reinventar a roda. Significam, muitas vezes, driblar as adversidades de um modo diferente, saindo vitorioso no final.

Ou seja: é se atrever a tomar uma rota diferente, assumindo o tanto o risco de errar quanto a possibilidade de fazer algo grandioso.

De qualquer modo, é possível sim praticar a criatividade e inovação nas empresas pequenas. Elencamos 5 maneiras de repensar os processos cotidianos e montar um negócio inovador, sob diversos aspectos:

1. Faça a contratação de funcionários de maneira estratégica

Não é segredo para ninguém que a contratação de funcionários capacitados é a base para o sucesso de um negócio. Afinal, não adianta saber onde quer chegar e o que fazer para conseguir se você não tem ninguém para te guiar pelo caminho!

Entretanto, ainda há empresas que contratam de um modo muito antigo, comparando apenas as qualificações acadêmicas do candidato e seguindo muitos estereótipos. Deste modo, perdem a oportunidade de contar com grandes talentos dentro do negócio.

Quer um exemplo? Há não tanto tempo atrás, os homens dominavam a construção civil. Era impensável encontrar uma mulher misturando concreto, empilhando tijolos ou empurrando um carrinho de mão.

Porém, as circunstâncias mudaram. A falta de mão de obra qualificada e a busca por melhores salários por parte delas foi a tempestade perfeita para que as mulheres entrassem nesse mercado. Hoje, elas já somam mais de 200 mil trabalhadoras na construção civil!

Moral da história: trazer criatividade e inovação à contratação de funcionários, valorizando características menos usuais (experiência em trabalhos não remunerados, aspectos comportamentais, etc) enriquece sua equipe e potencializa os resultados.

2. Elabore e acompanhe a execução do planejamento estratégico

criatividade e inovacao
O brainstorming é uma excelente maneira de aproveitar os dados do planejamento estratégico para inovar.

Como já comentamos, o planejamento estratégico não é ferramenta exclusiva de grandes empresas: as pequenas só têm a ganhar adotando essa ferramenta de gestão.

Acontece que produzi-lo, deixá-lo no fundo da gaveta e só lembrar dele no fim de sua vigência não adianta nada. É preciso fazer um acompanhamento minucioso de seu andamento!

Além de melhorar os resultados, o acompanhamento periódico do planejamento estratégico é uma boa fonte de criatividade e inovação nas empresas. Os números podem indicar problemas que você nem imaginava que existiam, ou, ainda, soluções que você nem imaginava que se aplicariam a seus negócios.

O brainstorming é uma excelente ferramenta para usar nessa hora. Como o próprio nome diz, é uma chuva de ideias.

Funciona assim: dedique um período curto (como 1 ou 2 minutos) para anotar todos os termos que te vêm à mente a respeito de um problema ou questão. Não pense a respeito de coerência ou viabilidade, apenas anote!

Quando o tempo acabar, examine todas as opções que você levantou. Você provavelmente encontrará uma boa opção entre elas! A ausência dos filtros de coerência e viabilidade aumenta as chances de que ela seja inovadora.

Por mais que pequenas empresas não costumem ter grandes equipes, a experiência é ainda melhor se você tem alguém trabalhando junto com você. Pode ser seu sócio ou um colaborador de confiança!

-

3. Traga novas soluções para problemas antigos

Você provavelmente já esbarrou nessa questão se já pesquisou sobre criatividade e inovação.

Muitas vezes, inovar não envolve revolucionar nada: trata-se, apenas, de resolver problemas já existentes de uma maneira diferente.

Quer um exemplo? Te damos dois!

  • Nubank: bancos não são uma coisa agradável, muito menos divertida. O Nubank virou o jogo e reinventou o bom e velho cartão de crédito! O acompanhamento dos gastos em tempo real, o atendimento personalizado e a transparência conquistaram o mercado. Note que o produto em si não é novo, mas seu funcionamento é diferente.

  • Airbnb: os hostels surgiram como uma alternativa para quem queria viajar, mas não podia pagar por um hotel. Contudo, muita gente se queixava da falta de privacidade de compartilhar o quarto com estranhos.

    O Airbnb trouxe a solução por meio do aluguel de quartos ou imóveis inteiros, independente de os donos estarem ou não no local. Assim, é possível unir conforto, privacidade e um preço mais acessível. Note que, novamente, o serviço (hospedagem) é o mesmo. O que mudou foi a forma como ele é oferecido.

Apesar de esses exemplos serem de empresas grandes, acreditamos que são excelentes exemplos de como é possível inovar sem reinventar a roda. Traga este princípio para dentro da sua empresa!

4. Faça testes constantes

Não coloque todas as suas fichas em uma única opção!

Digamos que você tenha criado uma alteração no atendimento do seu restaurante – por exemplo, pratos entregues por drones. Por mais que você esteja certo de que ela é genial e será muito bem aceita por seu público, pode ser que isso não se confirme.

O que fazer? Testar! Convide seus clientes mais fiéis para um jantar exclusivo, com essa nova maneira de atender, e avalie as reações. Deste modo, você tem uma amostra para saber, na prática, se o que você imaginou funcionará ou não.

Afinal, se você muda sem nenhum teste, corre o risco de perder clientes. Há também o desgaste de retornar o atendimento ao modelo antigo.

O mesmo vale para outros produtos e serviços: testar é sempre essencial!

5. Tenha consciência de que falhar faz parte do processo

A criatividade e inovação têm seu preço: você vai errar antes de acertar.

Acontece que as pequenas empresas têm uma vantagem importante nessa parte do processo: agilidade.

Em uma grande empresa, há muita burocracia e uma série de aprovações antes de mudar um plano de ação. Agora, em uma pequena, se algo não funciona, basta fazer uma breve análise, aprender com o erro e seguir adiante.

Em quem se inspirar para criar práticas de criatividade e inovação?

criatividade e inovacao
Conhecer o que acontece em seu setor é essencial para ser criativo e inovar.

A chave para estar a par do que acontece em temos de criatividade e inovação nas empresas é estar sempre atualizado. Você deve acompanhar os principais meios de comunicação para saber o que há de mais novo em seu ramo, bem como o que a concorrência anda fazendo. O Sebrae e a revista Pequenas Empresas Grandes Negócios são boas fontes de informação do tipo.

Caso seus objetivos sejam mais ousados, você pode até mesmo se espelhar na lista das empresas mais inovadoras do mundo, criada pela revista Forbes. De qualquer modo, não durma no ponto!


Hoje, você aprendeu sobre criatividade e inovação nas empresas pequenas. Continue nos acompanhando para receber mais conteúdo de qualidade sobre o mundo do empreendedorismo! Em caso de dúvida, fale com a gente pelo contato@cplug.com.br.

kit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: